Em Alcântara, Marcos Pontes inclui Starship em vídeo, insinuando que o foguete pertence ao programa espacial brasileiro

Em visita a Alcântara, nesta quarta-feira (26), o astronauta e ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, exibiu, no paredão de uma das plataformas do Centro de Lançamento, uma projeção de um vídeo do programa Espacial Brasileiro, contendo uma espécie de “gato no lugar de lebre”.

Entre as imagens apresentadas (veja no vídeo acima), a que chama mais atenção é uma do famoso pouso da Starship SN15, um protótipo da nave que pretende levar o homem à Marte, conforme ambições do bilionário e CEO da SpaceX, Elon Munsk.

O teste de voo e pouso da Starship SN15 aconteceu com sucesso absoluto no início de Maio em Boca Chica, no Texas. O retorno do foguete à base teve controle aerodinâmico perfeito, isso sem falar da manobra em altitude quando ele desceu lindamente de barriga, “ladeira à baixo”.

Em suma, um desses brinquedinhos do Munsk, de mais de 50 metros de comprimento, não decolaria nem em sonho do Centro Espacial de Alcântara (CEA), não só pela base em si, mas pela infraestrutura inviável de transporte até o local.

No entanto, o ministro não pensou duas vezes em incluir esse e outros aparelhos espaciais na sua apresentação.

Justiça seja feita, a chamada pública, coordenada por Pontes, que  culminou com a escolha de quatro empresas especializadas em veículos lançador de pequeno porte para a utilização do CEA, já é considerada a maior iniciativa dos últimos tempos para área espacial brasileira (relembre aqui), mas daí, tentar fantasiar “gato por lebre”, já é de mais.

Menos, ministro!

Deixe um comentário