Sem dever à PF, Brandão faz entrevista onde compadre de Weverton foi preso

Ficha Limpa e sem dever nada à Polícia Federal, o vice-governador Carlos Brandão (a caminho do PSB), escolheu o auditório do hotel Luzeiros para conceder entrevista coletiva à imprensa.

Ideal para esse tipo de evento, pela praticidade, perto das sedes dos principais veículos e das residências dos principais jornalistas, o local foi o escolhido, mesmo tendo sido palco de algumas prisões enigmáticas, a exemplo do compadre do senador Weverton Rocha (PDT), Willer Tomaz (relembre aqui)

Com histórico de idoneidade, probidade, sem compras suspeitas de postos de gasolina ou emissoras de TV por valores exorbitantes, portanto, sem preocupação com a Polícia Federal, o vice-governador prestigiou a imprensa, visivelmente muito feliz e confortável em um dos auditórios do hotel.

Naturalmente, vivendo um momento de tristeza, seguindo um roteiro de traição aos seus pares, Weverton jamais poderia fazer o mesmo. Ficaria ainda mais triste ao lembrar desse episódio vergonhoso da vida do seu compadre.

2 comentários em “Sem dever à PF, Brandão faz entrevista onde compadre de Weverton foi preso”

  1. No Brasil contemporâneo a educação se tornou horrorosa.

    E observe nossa música atual. Bregaça. E sem crítica nenhuma. Idem os eventos que deixaram de ser artísticos para virar apenas de consumo barato. Negação da arte. Ninguém mais tem vergonha e a “cara não queima” de tanta breguice. Até jornalistas ficam embasbacados com o barango. Fugir via e-du-ca-ção! Eis a resposta de liberdade. É o Brasil… Educação em 1º lugar!! Sim! Pena que tem tanto ladrão… Além disso, podemos dizer o seguinte: o Petismo, lula, dilmAnta são um estilo estético de tudo quando é breguice, baranguice cultural, cafonice sindical infiltrada no pensamento e na filosofia petistas. E, para completar, sem dúvida nenhuma: o Kitsch político constante que impera dento do Partido dos Trabalhadores. O PT tem um mau gosto enoooorme! Um projeto para educação hipócrita e fracoide (p’ra inglês ver). O PT é barango.

    Responder

Deixe um comentário para Martha Hirsch Aulete Cancelar resposta