Novos Secretários: Conheça um pouco mais sobre Luis Fernando, Zé Reinaldo e Aparício Bandeira

O Blog Matias Marinho inicia uma série de postagens sobre os perfis dos novos nomes que passam a compor o secretariado do governador Carlos Brandão (PSB), que priorizou um perfil técnico, porém, sem deixar de contemplar a classe política.

Para ler mais sobre essas duas características, leia aqui: Nomes de Carlos Brandão apontam para um governo fortemente técnico e político

Luis Fernando Silva – Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN)

Graduado em Ciências Contábeis e em Economia, pós-graduado em Planejamento e Auditoria, Luis Fernando Silva foi professor de Macro Economia e Auditoria da Universidade Federal do Maranhão, diretor da Companhia de Habitação Popular do Maranhão – COHAB e diretor-geral da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Em sua carreira política, foi Secretário de Educação do Estado, Chefe da Casa Civil e de Infraestrutura, além de prefeito de São José de Ribamar, onde foi premiado entre os melhores prefeitos do país, reeleito com 98% dos votos e, no seu terceiro mandato, seis anos depois dos dois primeiros, foi eleito com 96,17% dos votos.

Luis Fernando ocupou ainda os cargos de Auditor-Geral do Estado, Secretário de Desenvolvimento Social, Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e Secretário de Educação. Enquadra-se, naturalmente, nos dois perfis do governo Brandão, técnico e político. Foi também pré-candidato ao governo em 2014.

José Reinado Tavares (PSDB) – Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEDEPE)

Graduado em Engenharia Civil na Universidade Federal do Ceará, o nome de José Reinaldo Tavares (PSB) é outro que transita entre os perfis técnico e político de forma invejável.

Foi deputado federal, vice e governador do Maranhão.

Assim como Brandão, concorreu à reeleição após assumir no lugar da então governador Rosena Sarney (MDB), que deixou o comando do Estado para disputar uma vaga ao Senado. Quando foi empossado, figurava nas pesquisas de opinião da época com apenas 3% das intenções de votos. Reelegeu-se no primeiro turno.

Tem no currículo, passagem pelo Ministério dos Transportes, foi diretor do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-MA), superintendente da poderosa Novacap, secretário de Viação e Obras do Distrito Federal, diretor-presidente do Departamento Nacional de Obras e Saneamento (DNOS), superintendente da Sudene e superintendente de Desenvolvimento do Nordeste.

No Maranhão, foi também secretário de Estado da Infraestrutura.

Aparício Bandeira – Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra)

Ocupando, há pelo menos dois anos, um dos braços da articulação política do então vice-governador Carlos Brandão, Aparício Bandeira é daqueles, técnico e político, discretíssimos, porém imprescindíveis para os movimentos do jogo político.

Bandeira é ex-prefeito do município de Vitorino Freire e por duas vezes foi secretário da SINFRA.

Engenheiro, foi diretor técnico da Construtora Bandeira; Superintendente da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) MA e PI; Gerente Regional de Pedreiras; Diretor de Operação e Manutenção da CAEMA e secretário de Obras de Barreirinhas.

No caladinho, o novo comandante da Sinfra é tido como um dos principais nomes para o futuro apoio da ex-governadora Roseana Sarney à reeleição de Brandão. Por aí se tira o potencial do “mineirinho”.

Deixe um comentário