Braide segue com migué e não explica suspensão de convênio com o Estado para obra do Hospital da Criança

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, cedeu às pressões do programa Xeque-Mate e usou as redes sociais para anunciar que vai concluir a obra do Hospital da Criança.

Apesar de ser um dever do gestor público responder os questionamentos da população, Braide tem se esquivado de encarar de frente os moradores de São Luís e não tem respondido da forma correta os ludovicenses.

A falta de esclarecimento por meio de uma nota pública sobre a fala do ex-secretário de Saúde e pré-candidato estadual, Carlos Lula (PSB), que comentou sobre a recusa do prefeito de São Luís de não aceitar um convênio com o Governo do Estado para a reforma do Hospital da Criança por questões políticas, é um incomodo para a população ludovicense.

“A obra do hospital era possível ser concluída em 45 dias. Só que para isso, o que a gente precisava? A gente precisava que as crianças saíssem de onde elas estão hoje instaladas. Obviamente a gente não ia fazer isso sem dá outro suporte para o município. Então para não criar só o problema (…) disponibilizei um hospital para o município de São Luís com todo o aparato necessário para que as crianças fossem bem atendidas (…) o município de São Luís informou que não tinha interesse, que não queria parceria e que eles próprios iam terminar a obra”, informou Carlos Lula.

Segundo Carlos Lula, durante o seu primeiro mandato, o governador Flávio Dino (PSB) celebrou um convênio com o município de São Luís para a construção de um novo Hospital da Criança, com o objetivo de melhorar o atendimento e atender a demanda na capital.

No dia 30 de maio, mães de crianças que estão precisando de leito no Hospital da Criança se desesperaram e aos choros pediram uma intervenção do poder público para não olharem seus filhos morrendo no hospital.

1 comentário em “Braide segue com migué e não explica suspensão de convênio com o Estado para obra do Hospital da Criança”

  1. Amigo Matias e população em geral,quando se trata de vidas , principalmente de crianças que estão morrendo no hospital da criança,todas as picuinhas,brigas, birras e frescuras políticas tem que ser colocada de lado,pois a vida dessas pequeninos está acima de tudo. Não aceitar ajuda do governo do estado,é mostra de imaturidade,falta de humildade e amor ao próximo.Acho que o Braid não tem empatia para com os seu povo no qual ele representa. Todos nós sabemos que essa herança maldita foi deixada pelo Edivaldinho Holanda,que quando recebeu aquela bolada de mais de 300 milhões,deveria ter pensado nos pequeninos que procuram com os seus pais aquela casa de saúde. Ah! lembro a todos que o Edivaldo Holanda Jr ,preferiu fazer pracinhas azul com grama velha,comprar e beneficiar amigo na aquisição de latinhas de lixo colocada nos poste de toda a cidade,sem ter estrutura para recolher. Uma vergonha e um tremendo 171! Espero que o Braid , que falava estar mais maduro,procure ser mais humilde botando de lado a política e converse com o Brandão para reativar essa parceria que será bom para todos. Lembro a você prefeito,que a responsabilidade de mortes de crianças é sua e um dia prestará contas não na terra ,mas no juízo final.

    Responder

Deixe um comentário