PRG se manifesta contra pedido de investigação contra Bolsonaro por grave acusação contra o TSE

A Procuradoria-Geral da República se manifestou contra um pedido de investigação do presidente Jair Bolsonaro por ter levantado suspeitas contra o sistema de votação do país, ao afirmar que a apuração dos votos no país é centralizada em uma “sala secreta” do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em abril, Bolsonaro teria afirmado que os votos das eleições são apurados em uma “sala secreta” do TSE, na qual “meia dúzia de técnicos dizem ali no final: ‘olha, quem ganhou foi esse”.

Em julho do ano passado, o TSE já havia esclarecido que é falsa a afirmação de que a apuração dos votos seja feita de forma secreta em uma sala do tribunal.

Para a PGR, “as falas presidenciais não constituem mais do que atos característicos de meras críticas ou opiniões sobre o processo eleitoral brasileiro e a necessidade, na ótica do chefe do Poder Executivo da União, de aperfeiçoamento do sistema eletrônico de votação”.

 

Deixe um comentário