TSE aprova por unanimidade mais dois registros de federação partidária

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, mais dois pedidos de federação partidária.

A partir de agora o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e o Partido Cidadania passam a integrar a Federação PSDB-Cidadania e os partidos Socialismo e Liberdade (PSOL) e Rede Sustentabilidade (Rede) passam a compor a Federação PSOL-Rede.

Na terça-feira (24), o Plenário aprovou a primeira federação partidária das Eleições 2022, a Federação Brasil da Esperança (FE Brasil), formada pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB), pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e pelo Partido Verde (PV).

A possibilidade de os partidos se unirem em federações para lançar um único candidato é uma novidade para as Eleições 2022 e está prevista na Lei nº 14.208/21.

TSE analisa mais dois pedidos de registro de federação partidária

O TSE analisa hoje (26) os pedidos de registro de federação partidária do PSDB-Cidadania e a federação PSOL-REDE.

O Ministro Ricardo Lewandowski é o relator do pedido da Federação PSDB-Cidadania, enquanto o ministro Carlos Horbach é responsável pelo PSOL-REDE.

Ontem (25), o TSE aprovou por unanimidade o primeiro pedido de constituição de uma federação partidária após a criação do instituto pela Reforma Eleitoral de 2021. A partir de agora o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Verde (PV) integram a Federação Brasil da Esperança (FE Brasil).

O instituto jurídico da federação partidária foi criado pela Lei nº 14.208/2021, que definiu os critérios para a atuação conjunta das agremiações. Na esfera eleitoral, a figura da federação partidária é regulamentada pela Resolução TSE nº 23.670.

Irmão de Eliziane Gama é reeleito presidente do Cidadania

O presidente do Cidadania, Eliel Gama, foi reeleito para o comando do partido pelos próximos quatro anos durante o Congresso Estadual realizado nesta sexta-feira (28). Ocasião na qual o partido também reafirmou, por ampla maioria, o apoio a pré-candidatura de Carlos Brandão (PSDB) ao Governo do Maranhão.

O evento político foi realizado de forma online em função do aumento dos casos de Covid-19, reuniu membros da capital e do interior. O presidente Eliel Gama mostrou força ao ser reconduzido ao cargo por unanimidade, além disso, ele foi o principal articulador na condução do partido que marchará ao lado de Brandão mantendo o Cidadania na base do grupo do governador Flávio Dino. Segundo o presidente, “o Cidadania evolui para um novo momento, reafirma as suas históricas bandeiras sociais e caminha célere para a construção da unidade em torno de Flávio Dino e Carlos Brandão”.

Durante a escolha da nova direção do partido, o militante histórico do PPS (hoje Cidadania) Paulo Matos foi eleito vice-presidente. Ele, junto com outros membros, discutirá as Federações no âmbito local e nacional. Também foi montada uma comissão estratégica para indicar propostas ao plano de governo de Carlos Brandão, o que demonstra alinhamento com o atual vice-governador.

Nas eleições de outubro, o Cidadania pretende lançar uma nominata competitiva e plural de candidatos a deputado estadual e federal, a meta é eleger filiados tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal. Inclusive, o presidente Eliel Gama é pré-candidato a deputado federal.

“Nossa preocupação é de formar quadros com propostas e ideias de desenvolvimento para o Maranhão, acredito que estamos conseguindo êxito porque hoje o Cidadania possui nomes que agregam valor a política local. Também podemos comemorar o fato de o Cidadania ser um partido unido, em toda sua concepção, mas principalmente democrático. A unidade é imprescindível para vencermos os desafios sociais, sanitários, econômicos e políticos pelos quais a nossa gente passa”, Concluiu Eliel.

Durante encontro em Brasília, Roberto Freire chancela apoio do Cidadania a Carlos Brandão

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) recebeu neste sábado (15), durante encontro em Brasília, a chancela do presidente Nacional do Cidadania, Roberto Freire, para o apoio do partido no Maranhão à sua pré-candidatura.

Comandado por Eliel Gama, irmão da senadora Eliziane, o partido já havia decidido seguir com o vice-governador Carlos Brandão. Com a confirmação de Freire, a aliança consolida ainda mais.

O apoio do partido foi confirmado no final de novembro do ano passado quando o governador Flávio Dino reuniu os partidos da sua base de sustentação e escolheu o vice-governador como candidato à sua sucessão nas eleições deste ano.

Por meio do seu presidente no Estado, Eliel Gama, o Cidadania foi um dos partidos que defendeu a escolha imediata de todos os partidos da base em favor de Carlos Brandão.