UFMA acata decisão judicial e suspende professor acusado de assédio

A Universidade Federal do Maranhão publicou uma nota de esclarecimento público em que informa que acatou a decisão judicial em que ordena o afastamento do professor Jadir Machado Lessa, acusado de assédio por 180 dias.

A UFMA ainda informou que tomou todas as medidas legais que o caso requer e intensificou que a universidade é um espaço onde devem prevalecer o respeito, a tolerância e defesa dos direitos individuais e coletivos.

Nas redes sociais um comentário chamou bastante atenção, uma aluna se diz traída após realizar uma denúncia anônima sobre assédio e ter seu nome divulgado