Lula diz que militares são mais responsáveis do que Bolsonaro e não permitirão golpe

O ex-presidente Lula, candidato do PT à Presidência da República disse nesta quarta-feira (27) não acreditar em um possível golpe caso Jair Bolsonaro (PL) perca as eleições.

“Como podemos pensar em golpe? Não acredito que as Forças Armadas aceitem isso, não acredito que a sociedade brasileira permita. Não acredito. Esse cidadão (Bolsonaro), se ele começar a brincar com a democracia, ele vai pagar um preço muito caro”, disse Lula.

O petista citou o período em que esteve no poder e sua relação com as Forças Armadas. Para ele, as Forças Armadas são “mais responsáveis” em relação a manter democracia no país.

“Eu acho que nós temos que ter em conta que os militares são mais responsáveis do que o Bolsonaro”, afirmou.

Julinho receberá diploma de prefeito hoje com registro de candidatura questionado no TSE

Bem diferente de São Luís, que deu de ombros para a Covid-19 e fez mega solenidade para entrega de diplomas, em São José de Ribamar não vai ter parceria em favor do Novo Coronavírus.

Por determinação da juíza Teresa Cristina o prefeito eleito, vice, vereadores e suplentes receberão os diplomas sem pompas e circunstâncias.

“Não haverá cerimônia”, informou a juíza Teresa Cristina ao blog. Os diplomas dos eleitos até o 1º suplente serão disponibilizados no site do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (www.tre-ma.jus.br), para acesso e impressão por eles próprios, a partir da data de diplomação acima estabelecida (18/12/2020), sendo a referida data considerada para a contagem de todos os prazos legais que têm nela o seu início, mesmo que o candidato não acesse a página para obtenção do seu diploma.

Os candidatos eleitos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador, até o terceiro suplente deverão apresentar suas prestações de contas, enviadas pela internet, utilizando-se para tanto, o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais SPCE, até o dia 15 de dezembro de 2020, podendo fazer a entrega da mídia, de forma presencial.

Receberão diploma em São José de Ribamar o prefeito eleito, Julio Matos, seu vice, 21 vereadores e até 3 suplentes de cada vaga de vereador.

Júlio Matos será diplomado, mas, mesmo assim, ainda terá que aguardar julgamento do registro de sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso cassado, muito provavelmente o município terá novas eleições para o cargo de prefeito.