Ainda Famem: Em resposta a Gilberto Léda, a conta não bate de um jeito, mas bate de outro

No blog do Gilberto Léda, a seguinte postagem:

Apesar da derrota de Carlos Brandão (Republicanos) na eleição da Famem – ele apoiava a candidatura do prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos) -, aliados do vice-governador conseguem enxergar pontos positivos no processo.

Nas eleições de 2020, o Republicanos elegeu 25 prefeitos. Mas Gentil obteve, ontem (14), 96 votos. Para o grupo mais ligado a Brandão, ele perdeu vencendo, porque garantiu mais 71 aliados no processo. Resta saber se a conta política, nesse caso, é tão matemática assim…

Meu comentário: Não Gilberto, de fato, a conta não é tão matemática assim. Tanto é que, pelas contas dos votos da eleição da Famem, você pode naturalmente carimbar que metade dos prefeitos ficou com o candidato do senador Weverton Rocha e a outra metade com o do governador Carlos Brandão.

Mas além dessa conta, tem outra que pode ser feita. Durante a interinidade, o governador em exercício, Carlos Brandão, recebeu 160 prefeitos, todos interessados em parceria com o Governo do Estado e, naturalmente, também propensos a uma futura parceria política. Muitos inclusive, eleitores do candidato de Rocha, Erlanio Xavier.

Em várias dessas conversas, os prefeitos deixaram claro que por conta da palavra empenhada, votariam na Chapa de Erlânio, mas que estavam abertos para uma futura parceria política.

Ou seja, a conta não bate de um jeito, mas bate de outro. Por isso, também, a leitura da vitória, mesmo não levando.

Com otimismo, Fábio Gentil e Rigo Teles votaram logo cedo

O candidato a presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), prefeito Fábio Gentil (Caxias), e o vice na Chapa 2, Rigo Teles (Barra do Corda), votaram ainda pela manhã na eleição da entidade que acontece até às 17h.

Ontem à noite, no salão do auditório principal do Blue Tree Towers, com capacidade 200 pessoas, Fábio Gentil reuniu mais de 300 pessoas, entre as quais, cerca de 80 prefeitos. O evento, que contou ainda com a participação de dezenas de deputados federais e estaduais e do governador em exercício, Carlos Brandão, serviu para potencializar ainda mais o clima de otimismo que está contagiando Gentil, Teles e aliados.

“Tenho dito sempre que teria votos suficientes para vencer a eleição da Famem. A receptividade nesses 10 dias de campanha, o clima da festa que fizemos ontem para receber os prefeitos que já tinham chegado ontem na capital para a eleição e esse momento hoje nos enche de certeza de que fizemos um bom trabalho e com certeza teremos o resultado positivo no final da tarde”, disse Gentil após votar.

Com o mesmo sentimento, Rigo Teles depositou seu voto. “Estamos confiante sim. Fizemos um bom trabalho e apresentamos boas propostas, sobretudo no sentido de descentralizar a Federação dos Municípios. Não dá pra termos uma sede na capital e ficarmos plantados esperando os prefeitos. É preciso ir até eles numa ação que contemple todas as regiões do Maranhão”, declarou o candidato a vice, Rigo Teles.

Como são apenas 217 votantes, sem contar com as ausências, o resultado vai ser divulgado no máximo até às 18h.  

Os bastidores da eleição da Famem desde a disputa pelos maiores jantares

Embora na prática os seus resultados não representem muita coisa numa eleição estadual, a eleição para a Presidência da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) sempre foi badalada, mesmo no momento em que foi decidida no consenso.

Mas esta ganhou contornos de pré-lançamento de candidatura para o governo estadual. De um lado, o governador em exercício Carlos Brandão, apoiando o prefeito de Caxias e do outro o famigerado senador Weverton Rocha, apoiando Erlanio Xavier (Igarapé Grande).

Desde ontem à noite, já se podia ver os movimentos típicos de campanha eleitoral. No auditório do Blue Tree Towers, com capacidade 200 pessoas, Fábio Gentil reuniu mais de 300 pessoas, entre elas, cerca de 80 prefeitos.

Já Erlânio, na casa do deputado federal Gil Cutrim, com o conselheiro Edmar Cutrim olhando atrás das cortinas, para não ser visto, conseguiu reunir apenas cerca de 10 prefeitos. Outros três jantares isolados em casas de aliados, também seguiu a mesma pegada, muito distante dos 152 prefeitos anunciados pelo candidato a reeleição.

Desde cedo, e provavelmente até às 17h, quando termina o horário de votação dos prefeitos, o clima segue típico de campanha. Carro de som, bandeiras e tudo que os publicitários recomendam para uma campanha completa. No vídeo abaixo, é possível ter uma clara noção desse clima.

Uma coisa é certa: estrutura para contribuir com 2022, a Famem, como sempre, não irá contribuir com quase nada, mas independente do resultado de hoje vai se ter uma noção clara de quem é quem, mesmo sendo secreto o voto dos prefeitos.

Carlos Brandão consolidará seu grupo com os apoios dos prefeitos e das lideranças que se manifestaram e Weverton, por sua vez, reafirma seu distanciamento com o governo do estado, o de agora, com Flávio Dino, e o do próximo ano, com o próprio Brandão.

Eleição-Famem: Fábio Gentil segue conquistando votos de prefeitos

Fábio Gentil, Nato da Nordestina, Neres Policarpo e o deputado estadual Hélio Soares.

Faltando dois dias para a fervente eleição da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, já mostra fôlego suficiente para vencer o pleito.

Nos últimos dias, fora algumas baixas pontuais de prefeitos com algum compromisso com o senador Weverton Rocha, a exemplo de Kleber Tratozão (São Domingos do Maranhão), Gentil segue contabilizando conquistas importantes.

Ontem o deputado federal João Marcelo apresentou ao presidenciável mais um voto, o do prefeito de Lagoa Grande, Neres Policarpo (MDB). “Era um prefeito que não estava na nossa contabilidade, mas que recebemos com muita satisfação”, comentou Gentil.

Também nesta segunda-feira, Gentil aproveitou a ida de outros prefeitos ao Palácio dos Leões para audiência com o governador em exercício Carlos Brandão para ouvir a reafirmação de voto do prefeito de Vitória do Mearim, Nato da Nordestina (PL).

Questionado sobre a quantidade de votos que já tem garantido, Gentil tem reafirmado com otimismo que têm os votos suficiente para ganhar a eleição.

Vale aguardar, quinta-feira tá logo aí!

Gentil e Erlanio registram chapas e se engalfinham

Os dois candidatos à Presidência da Famem registraram chapa no final da tarde desta quarta-feira. No ato de registro, os dois concederam entrevista coletiva à imprensa.

Erlanio Xavier voltou a criticar duramente a suposta participação do governador em exercício, Carlos Brandão, em favor do seu oponente e disse ter 152 votos.

Fábio Gentil, por sua vez, rebateu o argumento da participação como algo depreciativo. Disse que tem o apoio de Brandão, pela amizade que tem com ele, não por ele ser vice ou por estar na interinidade do governo.

Com relação ao número de votos, Gentil se disse otimista e garantiu que no dia 14 os votos necessários para a sua eleição aparecerão.

“Aprendi que a gente só tem o que mostra, o que o meu adversário mostrou deve ser o que ele tem”, disse ao ser questionado sobre o fato de estar, no momento da entrevista, acompanhado de poucos prefeitos e muitos deputados.

Abaixo, as duas chapas:

Sobe a temperatura na eleição da Famem

A eleição da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), que acontece no próximo dia 14, já dominou os bastidores da política do Estado.

De um lado, o prefeito Fábio Gentil (Caxias), com seu padrinho não declarado, o governador em exercício, Carlos Brandão; do outro, Erlanio Xavier (Igarapé Grande), com seu parceiro, o senador Weverton Rocha, que, embora de férias, movimenta as peças do xadrez para tentar emplacar mais uma vez o atual presidente no comando da entidade.

Na agenda de hoje (06), além das declarações duras contra Carlos Brandão, logo pela manhã, Erlanio concede às 16h, entrevista coletiva, e Gentil, às 17h, oficializa o registro de sua chapa, que tem o prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles como vice.

Gentil, a exemplo do que vem propagando Carlos Brandão, enalteceu o municipalismo no nome da chapa com o tema “A municipalização é para todos”.

Já Erlanio, que também exaltou o municipalismo, tentou rasgar seda para Flávio Dino, homenageando o pai do governador com o seguinte slogan: “Sálvio Dino: Municipalismo na prática”.

Com o tabuleiro armado, segue o jogo!

Eleição da Famem: Erlanio Xavier e Fábio Gentil devem registrar chapas até amanhã

Disputa: Erlanio e Gentil devem encabeçar chapas

Os prefeitos dos municípios filiados e aptos da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) têm até amanhã (06-01), às 18h, para registrar chapas que irão disputar as eleições da Nova Diretoria e Conselho Fiscal da entidade.

São elegíveis para os cargos da Diretoria e Conselho Fiscal todos os prefeitos dos municípios associados quites com as obrigações perante a instituição no ato do pedido de inscrição.

Poderão participar do processo de eleição à Diretoria e Conselho Fiscal da FAMEM qualquer chapa inscrita e registrada na Coordenação Administrativa da entidade até 08 (oito) dias antes da data marcada para a Assembleia Eletiva, ou seja, às 18h do dia 06/01/2021, nos termos do art. 57 do Estatuto.

A eleição será realizada no dia 14 de janeiro de 2021, quinta-feira, das 08h às 18h, na sede da FAMEM, na Av. dos Holandeses, n.06, Qd.08. Calhau, em São Luís, capital do Maranhão, por votação direta e secreta em cédula única.

Até o momento, duas chapas devem ser registradas. Uma encabeçada pelo atual presidente, Erlanio Xavier, de Igarpé Grande, e a outra pelo prefeito de Caxias, Fábio Gentil.

Fábio Gentil anuncia candidatura à presidência da Famem

O prefeito reeleito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos) anunciou na manhã desta segunda-feira (04) sua candidatura à presidência da Famem.

Ele apresentou a sua experiência exitosa à frente da gestão do seu município como uma plataforma de campanha aos prefeitos, novos e reeleitos.

Gentil atribuiu sua decisão a um grupo de prefeitos que o convidou para a missão. “Esse grupo que nos oportunizou transportar esse conhecimento ao Estado do Maranhão aos prefeitos, fez com que pudéssemos engajar uma chapa a todos aqueles prefeitos que entendem a necessidade de fazermos uma política municipalista para produzir novos conceitos de gestão”, disse.

Além de levar a experiência de Caxias, ele vai apresentar aos prefeitos os caminhos para as parcerias com o Governo do Estado. “É necessária essa interatividade, essa proximidade. O Governo do Estado entente hoje que ele é governo dos 217 municípios. Representamos o povo do nosso município e sabemos onde está o problema, que é no início. E essa interação é importante para que possamos levar esse problema para o governo do estado”, argumentou.

Na entrevista ele lembrou que pertence ao partido do vice-governador, Carlos Brandão.

“Hoje temos a oportunidade de pertencer ao partido do nosso vice-governador (O Republicanos), que também é municipalista. E com esse entendimento temos a facilidade de aproximar do governador Flávio Dino todos os município que querem proporcionar ao seu povo melhores condições de vida, na educação, na saúde, na infraestrutura, acima de tudo, gerando oportunidade de realizações”, sentenciou.