Enchente, ou mão de gente?

Aliados do senador Weverton Rocha (PDT) parecem comemorar as enchentes que assolam cidades Maranhão adentro.

O motivo (torpe, diga-se de passagem) é político-eleitoral.

Pedetistas e afins usam a tragédia para atacar seu principal adversário, Carlos Brandão (PSDB), que saiu de férias antes das chuvas se intensificarem.

Mesmo assim, ele já cancelou a programação com a família para retornar ao Maranhão e auxiliar o governador Flávio Dino (PSB) na condução do caso.

Nada disso importa. O povo que se dane. O que essa turma mira é uma coisa só: eleição.

E, para isso, vale mais a narrativa do que qualquer legítima preocupação com a população.

(Com informaçõe do blog do Gilberto Léda)