Erlânio Xavier confunde prefeitura com empresa privada e construtora abocanha milhões em contratos desde 2017

Acusado de ter recebido mais de R$ 1 milhão de forma irregular da prefeitura de Presidente Dutra, em um esquema envolvendo uma emenda do senador Roberto Rocha, o empresário Lailson Fernandes Cardoso, dono da empresa “Construtora Cardoso”, coleciona contratos desde o início da gestão do prefeito Erlânio Xavier com a prefeitura de Igarapé Grande.

Desde o ano de 2017 a Construtora Cardoso já acumula mais de R$ 5.9 milhões em contratos na prefeitura de Erlânio Xavier. No mundo dos negócios, com dinheiro público, já dizem até que a gestão de Igarapé Grande e o empresário arrolado em diversas investigações funcionam como uma espécie de “sociedade.”

No município de Bernardo do Mearim que é administrado pelo irmão do prefeito de Igarapé Grande a construtora já garantiu quase R$ 1 milhão em contrato no ano de 2021. Outro fato que deve chamar atenção do Ministério Público.

Empresa de fachada

Nossa investigação jornalística checou que na Junta Comercial do Maranhão e a Receita Federal, a empresa já trocou de endereço pelo menos seis vezes desde sua criação em novembro de 2009.

Atualmente, a “Cardoso Construção”, em nome de Lailson, está registrada na Travessa Prudêncio Alves Feitosa, nº 93, Centro, município de Gonçalves Dias. No entanto, no endereço atual tudo é apenas de fachada.

 

Cara de pau! Presidente da Famem questiona sistema de alimentação de dados do TCE

Buembas, buembas, buembas, como diria Macaco Simão! Corram com um óleo de peroba para o presidente da Famem, Erlânio Xavier! Isso, aquele mesmo que foi arrolado numa operação da Polícia Federal, e que teve a cara de pau de descumprir os limites de uma pomposa tornozeleira eletrônica presenteada pela PF.

Além da cara de pau de ser prefeito (Igarapé Grande) e presidente da Famem (Federação dos Municípios), o bravateiro e enrolado agora questiona os dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Pode, isso, seu Arnaldo?!?

Explico: O ex-tornozeleirado foi flagrado na lista do TCE ocultando destino de R$ 7,3 milhões com destinados ao combate à pandemia (releia aqui). E Ontem o homem foi tomar satisfação com o TCE.

Além de Igarapé Grande, há municípios em situação igual ou pior, principalmente as gestões comandadas pelo PDT, como a de Timon, por exemplo.

Pois o moço foi questionar no TCE nada menos do que o Sacop (Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas) com suas regras conhecidíssimas pelos gestores públicos.

Lamentável e vergonhoso sobre todos os aspectos.

P.S.: Perdão aos leitores pelo texto à la José Simão. É que com uma macacada dessa não dá pra tratar diferente.

Prefeito e presidente da Famem oculta destino de R$ 7,3 milhões com pandemia

A gestão Erlânio Xavier (PDT) em Igarapé Grande mantém oculto o destino dado a exatos R$ 7.346.573,68 enviados no ano passado pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) para enfrentamento à pandemia do Novo Coronavírus no município.

A informação consta em levantamento divulgado na sexta-feira (11) pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão, com base em cruzamento de dados dos portais da transparência do Governo Federal e do próprio município, com informações do sistema de acompanhamento de contratações públicas, o Sacop, da própria corte.

Segundo o tribunal, no montante recebido, não foi informado sequer um centavo gasto com a pandemia.

O ATUAL7 tenta ouvir a gestão municipal e o prefeito de Igarapé Grande sobre o assunto. O site da prefeitura fornece como contato apenas um formulário, e o pedetista disse em mensagem pelo WhatsApp que responderá os questionamentos feitos após concluir uma reunião. O espaço segue aberto para manifestação.

Erlânio Xavier é presidente da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão), e tem participado de encontros com o próprio Tribunal de Contas e o Ministério Público do Maranhão para discutir sobre ações de transparência em assuntos relacionados à Covid-19.

Na semana passada, o ATUAL7 mostrou que Igarapé Grande tem divulgado no site institucional da prefeitura número maior de casos e óbitos em decorrência da doença do que o confirmado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), do Governo do Maranhão.

Em 2012, Erlânio Xavier foi preso pela Policia Federal no bojo da Operação Allien, deflagrada com o objetivo desarticular suposta organização criminosa suspeita de fraudar licitações e desviar recursos públicos federais. À época, ele era vice-prefeito de Igarapé Grande. (Do Atual 7)

Os bastidores da eleição da Famem desde a disputa pelos maiores jantares

Embora na prática os seus resultados não representem muita coisa numa eleição estadual, a eleição para a Presidência da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) sempre foi badalada, mesmo no momento em que foi decidida no consenso.

Mas esta ganhou contornos de pré-lançamento de candidatura para o governo estadual. De um lado, o governador em exercício Carlos Brandão, apoiando o prefeito de Caxias e do outro o famigerado senador Weverton Rocha, apoiando Erlanio Xavier (Igarapé Grande).

Desde ontem à noite, já se podia ver os movimentos típicos de campanha eleitoral. No auditório do Blue Tree Towers, com capacidade 200 pessoas, Fábio Gentil reuniu mais de 300 pessoas, entre elas, cerca de 80 prefeitos.

Já Erlânio, na casa do deputado federal Gil Cutrim, com o conselheiro Edmar Cutrim olhando atrás das cortinas, para não ser visto, conseguiu reunir apenas cerca de 10 prefeitos. Outros três jantares isolados em casas de aliados, também seguiu a mesma pegada, muito distante dos 152 prefeitos anunciados pelo candidato a reeleição.

Desde cedo, e provavelmente até às 17h, quando termina o horário de votação dos prefeitos, o clima segue típico de campanha. Carro de som, bandeiras e tudo que os publicitários recomendam para uma campanha completa. No vídeo abaixo, é possível ter uma clara noção desse clima.

Uma coisa é certa: estrutura para contribuir com 2022, a Famem, como sempre, não irá contribuir com quase nada, mas independente do resultado de hoje vai se ter uma noção clara de quem é quem, mesmo sendo secreto o voto dos prefeitos.

Carlos Brandão consolidará seu grupo com os apoios dos prefeitos e das lideranças que se manifestaram e Weverton, por sua vez, reafirma seu distanciamento com o governo do estado, o de agora, com Flávio Dino, e o do próximo ano, com o próprio Brandão.

Gentil e Erlanio registram chapas e se engalfinham

Os dois candidatos à Presidência da Famem registraram chapa no final da tarde desta quarta-feira. No ato de registro, os dois concederam entrevista coletiva à imprensa.

Erlanio Xavier voltou a criticar duramente a suposta participação do governador em exercício, Carlos Brandão, em favor do seu oponente e disse ter 152 votos.

Fábio Gentil, por sua vez, rebateu o argumento da participação como algo depreciativo. Disse que tem o apoio de Brandão, pela amizade que tem com ele, não por ele ser vice ou por estar na interinidade do governo.

Com relação ao número de votos, Gentil se disse otimista e garantiu que no dia 14 os votos necessários para a sua eleição aparecerão.

“Aprendi que a gente só tem o que mostra, o que o meu adversário mostrou deve ser o que ele tem”, disse ao ser questionado sobre o fato de estar, no momento da entrevista, acompanhado de poucos prefeitos e muitos deputados.

Abaixo, as duas chapas:

Sobe a temperatura na eleição da Famem

A eleição da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), que acontece no próximo dia 14, já dominou os bastidores da política do Estado.

De um lado, o prefeito Fábio Gentil (Caxias), com seu padrinho não declarado, o governador em exercício, Carlos Brandão; do outro, Erlanio Xavier (Igarapé Grande), com seu parceiro, o senador Weverton Rocha, que, embora de férias, movimenta as peças do xadrez para tentar emplacar mais uma vez o atual presidente no comando da entidade.

Na agenda de hoje (06), além das declarações duras contra Carlos Brandão, logo pela manhã, Erlanio concede às 16h, entrevista coletiva, e Gentil, às 17h, oficializa o registro de sua chapa, que tem o prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles como vice.

Gentil, a exemplo do que vem propagando Carlos Brandão, enalteceu o municipalismo no nome da chapa com o tema “A municipalização é para todos”.

Já Erlanio, que também exaltou o municipalismo, tentou rasgar seda para Flávio Dino, homenageando o pai do governador com o seguinte slogan: “Sálvio Dino: Municipalismo na prática”.

Com o tabuleiro armado, segue o jogo!

Eleição da Famem: Erlanio Xavier e Fábio Gentil devem registrar chapas até amanhã

Disputa: Erlanio e Gentil devem encabeçar chapas

Os prefeitos dos municípios filiados e aptos da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) têm até amanhã (06-01), às 18h, para registrar chapas que irão disputar as eleições da Nova Diretoria e Conselho Fiscal da entidade.

São elegíveis para os cargos da Diretoria e Conselho Fiscal todos os prefeitos dos municípios associados quites com as obrigações perante a instituição no ato do pedido de inscrição.

Poderão participar do processo de eleição à Diretoria e Conselho Fiscal da FAMEM qualquer chapa inscrita e registrada na Coordenação Administrativa da entidade até 08 (oito) dias antes da data marcada para a Assembleia Eletiva, ou seja, às 18h do dia 06/01/2021, nos termos do art. 57 do Estatuto.

A eleição será realizada no dia 14 de janeiro de 2021, quinta-feira, das 08h às 18h, na sede da FAMEM, na Av. dos Holandeses, n.06, Qd.08. Calhau, em São Luís, capital do Maranhão, por votação direta e secreta em cédula única.

Até o momento, duas chapas devem ser registradas. Uma encabeçada pelo atual presidente, Erlanio Xavier, de Igarpé Grande, e a outra pelo prefeito de Caxias, Fábio Gentil.