Nitroglicerina = Daniel Da Grama Britada + Costa Rodrigues Em Desespero + Declínio Dos Açodados

1 – Daniel Da Grama Britada

Certamente todo mundo já dever ter lido ou ouvido sobre ‘Daniel’ na cova dos leões. Agora, de grama em cova de brita, só o nosso tupiniquim para operar esse milagre.

Esse só pode tá imitando a famosa mistura asfáltica CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) para tentar implantar uma inovação na engenharia, o CGIF (Concreto Gramado de Improbidade mais na Frente).

Tomara que o governador Flávio Dino não fique imobilizado e tenha problema de coração, viu!

2 – Costa Rodrigues Em Desespero

E ontem o senador do Costa Rodrigues ficou com calo no dedo de tanto encaminhar, via WhatsApp, print da capa do jornal o Imparcial que o colocou em pequena vantagem à frente do seu principal adversário, o próximo governador do Maranhão, Carlos Brandão (breve no PSB).

A ligeireza nos disparos é típica de quem está desesperado com o fato de que, agora por diante, as pesquisas terão que ser registradas no TRE. Com isso, mais rigor nos critérios e consequentemente um retrato mais próximo do real.

Acabou o tempo da divulgação de pesquisas feita em fundo de quintal a gosto do freguês.

3 – Declínio Dos Açodados

E para finalizar, a propósito de pesquisa, Senador Costa Rodrigues e sua Galera Açodada fizeram de tudo para liderar as pesquisas com larga vantagem.

Quase não conseguiram ultrapassar os 20%.

Realizaram mega-eventos com congestionamento do espaço aéreo, buscando prefeitos do Sul ao Norte do Maranhão; usaram estruturas públicas da Famem e da Assembleia Legislativa; aceleraram pagamento de emendas federais e até acordo por baixo dos panos com Bolsonaro foi feito… e tá aí o resultado: estagnação total e perdas diárias de apoios.

Isso sem falar de uns rolos vindouros por conta dessas loucuras todas. Aguardemos!

Presidente da Famem é alvo de mais uma investigação

O prefeito de Igarapé Grande e Presidente da Federação dos Municípios do Maranhão, Erlânio Xavier (PDT), é investigado em uma ação que apura possíveis contratações irregulares de assessorias ou consultorias técnicas e auditorias financeiras ou tributárias para a realização de trabalhos técnicos para a Prefeitura de Igarapé Grande.

A suspeita é que os serviços prestados estariam em desacordo com as leis que protegem o patrimônio público.

A Procuradoria Geral da Justiça já afirmou que vai adotar as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

O procedimento será encaminhado à Assessoria Técnica do Ministério Público do Estado do Maranhão, para que sejam analisados os Processos Licitatórios do Município de Igarapé Grande que são investigados.

DO BLOG DO WERBETH SARAIVA, COM EDIÇÃO

Cara de pau! Presidente da Famem questiona sistema de alimentação de dados do TCE

Buembas, buembas, buembas, como diria Macaco Simão! Corram com um óleo de peroba para o presidente da Famem, Erlânio Xavier! Isso, aquele mesmo que foi arrolado numa operação da Polícia Federal, e que teve a cara de pau de descumprir os limites de uma pomposa tornozeleira eletrônica presenteada pela PF.

Além da cara de pau de ser prefeito (Igarapé Grande) e presidente da Famem (Federação dos Municípios), o bravateiro e enrolado agora questiona os dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Pode, isso, seu Arnaldo?!?

Explico: O ex-tornozeleirado foi flagrado na lista do TCE ocultando destino de R$ 7,3 milhões com destinados ao combate à pandemia (releia aqui). E Ontem o homem foi tomar satisfação com o TCE.

Além de Igarapé Grande, há municípios em situação igual ou pior, principalmente as gestões comandadas pelo PDT, como a de Timon, por exemplo.

Pois o moço foi questionar no TCE nada menos do que o Sacop (Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas) com suas regras conhecidíssimas pelos gestores públicos.

Lamentável e vergonhoso sobre todos os aspectos.

P.S.: Perdão aos leitores pelo texto à la José Simão. É que com uma macacada dessa não dá pra tratar diferente.

Prefeito e presidente da Famem oculta destino de R$ 7,3 milhões com pandemia

A gestão Erlânio Xavier (PDT) em Igarapé Grande mantém oculto o destino dado a exatos R$ 7.346.573,68 enviados no ano passado pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) para enfrentamento à pandemia do Novo Coronavírus no município.

A informação consta em levantamento divulgado na sexta-feira (11) pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão, com base em cruzamento de dados dos portais da transparência do Governo Federal e do próprio município, com informações do sistema de acompanhamento de contratações públicas, o Sacop, da própria corte.

Segundo o tribunal, no montante recebido, não foi informado sequer um centavo gasto com a pandemia.

O ATUAL7 tenta ouvir a gestão municipal e o prefeito de Igarapé Grande sobre o assunto. O site da prefeitura fornece como contato apenas um formulário, e o pedetista disse em mensagem pelo WhatsApp que responderá os questionamentos feitos após concluir uma reunião. O espaço segue aberto para manifestação.

Erlânio Xavier é presidente da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão), e tem participado de encontros com o próprio Tribunal de Contas e o Ministério Público do Maranhão para discutir sobre ações de transparência em assuntos relacionados à Covid-19.

Na semana passada, o ATUAL7 mostrou que Igarapé Grande tem divulgado no site institucional da prefeitura número maior de casos e óbitos em decorrência da doença do que o confirmado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), do Governo do Maranhão.

Em 2012, Erlânio Xavier foi preso pela Policia Federal no bojo da Operação Allien, deflagrada com o objetivo desarticular suposta organização criminosa suspeita de fraudar licitações e desviar recursos públicos federais. À época, ele era vice-prefeito de Igarapé Grande. (Do Atual 7)