PF pediu a prisão de Felipe dos Pneus acusado de liderar uma organização criminosa na Prefeita de Santa Inês

A Polícia Federal (PF) pediu a prisão do prefeito afastado de Santa Inês, Felipe dos Pneus, por suspeita de fraudes licitatórias e superfaturamento de R$ 1,3 milhão em compras da Saúde municipal.

Além da prisão, foram solicitadas busca e apreensão, bloqueio de bens, dentre outras medidas judiciais contra o gestor.

Documentos mostram que a PF aponta Felipe dos Pneus como o líder da organização criminosa montada no âmbito da Prefeitura de Santa Inês especializada em fraude, superfaturamento, lavagem de dinheiro, cobrança de propina, entre outros crimes, por meio de empresa de fachada, envolvendo a distribuidora piauiense Droga Rocha.

As investigações culminaram no dia 27 de abril, na deflagração da Operação Free Rider, com a finalidade de desarticular o grupo criminoso. O esquema era montado em três núcleos: o criminoso com atuação na prefeitura, com atuação na Secretaria de Saúde e o empresarial.