MOB responde falsas afirmações sobre a reprovação da embarcação José Humberto pela Marinha

Em resposta às falsas afirmações sobre a reprovação da embarcação José Humberto pela Marinha do Brasil, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) publicou uma nota, nesta quinta-feira (09), desmentindo as informações.

Segundo a nota, A Capitanias dos Portos do Maranhão emitiu o ofício (399/CPMA-MA, de 08 de junho de 2022), onde foi requisitado ‘documentos e procedimentos administrativos’ acerca do ferry-boat José Humberto”.

A MOB destaca que “todas as pendências apontadas pelo documento já foram sanadas e a maioria trata de atualização da documentação, não tendo sido, portanto, em nenhum momento, apontada a restrição de navegação da referida embarcação”.

A Agência Estadual de Mobilidade Urbana concluiu a nota afirmando que “a diretoria de Operações Aquaviárias já informou à Capitania dos Portos que todas as pendências foram sanadas e aguarda a vistoria final para a liberação da embarcação”.

Carlos Brandão anuncia a chegada da embarcação José Humberto para a travessia da “Ponta da Espera – Cujupe”

O Maranhão já possui uma nova embarcação à serviço da população, em especial da baixada maranhense, como parte do sistema de travessia da Ponta da Espera até o Cujupe.

A novidade foi anunciada na noite de ontem (31) pelo Governador Carlos Brandão (PSB) que está afastado do cargo se recuperando de uma cirurgia na cidade de São Paulo.

A embarcação José Humberto, de alto padrão, navegou de Belém (PA) e chegou em São Luís (MA) um dia antes do previsto.

No mês de maio, o governador já tinha anunciado que a embarcação Baía de São Marcos tinha iniciado as operações no serviço de transporte na travessia (São Luís – Cujupe). Agora são quatro ferrys fazendo a travessia nos dois sentidos.

Segundo o governador, ainda esse mês a embarcação Araioses voltará às atividades. “Até esse mês, a embarcação Araioses volta à atividade também, com capacidade para 1.000 passageiros e 70 veículos. Estamos trabalhando diuturnamente para a plena normalização dos serviços, com segurança para todos”, concluiu.

Governador Carlos Brandão anuncia que mais uma embarcação está em atividade na travessia São Luís-Cujupe

O governador Carlos Brandão (PSB) informou por meio de suas redes sociais que a embarcação Baía de São Marcos já está operando no serviço de transporte na travessia entre São Luís e Cujupe. Com isso, são três os ferrys fazendo a travessia nos dois sentidos.

“A embarcação Baía de São Marcos, com capacidade média de transporte de 52 veículos, já entrou em operação após reforma, às 5h. Cada setor responsável – público e privado – tem trabalhado para garantir a segurança dos usuários”, disse Brandão.

Segundo o governador, em junho a embarcação Araioses voltará às atividades. “Até o próximo mês, a embarcação Araioses volta à atividade também, com capacidade para 1.000 passageiros e 70 veículos. Estamos trabalhando diuturnamente para a plena normalização dos serviços, com segurança para todos”, concluiu.

Sebastião Madeira garante que governador normalizará serviço de ferry boat no prazo de 5 dias

Em reunião na manhã de ontem (17), que contou com a participação da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) e empresas Serviporto e Internacional Marítima, o Chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, informou que o Governo do Maranhão vai atender em curto prazo as reivindicações da população maranhense referentes a regularização do serviço de ferry boat no estado.

Madeira garantiu que na próxima quinta-feira (19) a embarcação Araioses irá retornar da manutenção, e anunciou contrato com uma empresa de Belém e o aluguel de uma outra embarcação, ampliando os horários de translado.

“O Governo Brandão está ciente de todas as questões que envolvem o transporte de ferryboat e não mede esforços para retomar plenamente esta atividade. A curto prazo, estamos viabilizando contrato com uma empresa de Belém, vamos alugar uma embarcação. A médio prazo, o Estaleiro Escola vai recuperar o segundo barco da Serviporto. E a longo prazo, o terceiro barco, também da Serviporto, será recuperado”, afirmou o chefe da Casa Civil.

Madeira ainda afirmou que o governador Carlos Brandão (PSB) não está medindo esforços para solucionar o problema e reforçou a preocupação do governo em corresponder às reivindicações de segurança nos terminais de embarcação.

“Sabemos da importância deste transporte para a população e mantivemos diálogo com a Polícia Militar para garantir maior tranquilidade a quem utiliza este meio de locomoção. A segurança está sendo reforçada”.

Após trair Lula e Flávio Dino, Weverton Rocha começa a agir como baderneiro

Opinião

Desesperado pelas próprias atitudes que tomou nos últimos dias, traindo o ex-governador Flávio Dino (PSB), o ex-presidente Lula (PT) e começando assim a pavimentação para caminhar com o bolsonarismo, o senador Weverton Rocha (PDT), protagonizou neste sábado (07) mais um papelão.

Desta vez, se utilizando de uma categoria de trabalhadores ligada ao presidente Jair Bolsonaro (os caminhoneiros), estimulou um movimento que causou tumulto e reclamação dos usuários dos serviços de transporte via ferry boat.

A paralisação chegou a ser destaque no Jornal Nacional, da TV Globo, em sua edição de ontem.

Weverton e seu marqueteiro, Evilson Almeida, conhecido pelos seus supostos crimes de reputações de imagens de personalidade políticas e instituições, chegaram logo cedo no Porto de Cujupe, incitando os trabalhadores a iniciarem um movimento de impedimento dos serviços.

Nas redes sociais, Weverton criticou a prestação do serviço, que é disciplinado e fiscalizado pelo Governo do Estado, cujo grupo que o comanda, ele fez parte efetivamente nos últimos sete anos.

Antes disso, além de não se ter notícia da participação do senador em nenhum movimento em prol da melhoria dos serviços, o blog Matias Marinho não encontrou uma emenda destinada pelo cara pálida para o setor, nem agora como senador, nem quando da época ele foi deputado federal.

Mas falar e estimular baderna, ele sabe!