Analistas avaliam que Holandinha vai acabar sendo ultrapassado por Simplício Araújo

Cada vez mais enfraquecida, a campanha do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PSD), para o governo do Maranhão ganha uma nova ameaça.

Após ser ultrapassado por Lahesio Bonfim (PSC), pelo retrovisor, Holandinha começa a observar a silhueta do pré-candidato do Solidariedade, Simplício Araújo, que pode acabar sendo o seu principal adversário pelo 4° lugar na corrida eleitoral de 2022.

A análise é dos bastidores, proferida por um experiente personagem político do Maranhão. “Se não tomar cuidado, o filho do Edivaldo vai acabar tendo de enfrentar o Simplício”, disse o político que preferiu não se identificar.

Ainda segundo os bastidores, uma outra fonte garante que Holandinha vai reagir e virar o jogo.

Lançamento do nome de Holandinha para o governo enterra ainda mais a pré-candidatura de Weverton Rocha

Considerado pupilo do senador Weverton Rocha (PDT), o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holandinha, lançou ontem (04) pelo PSD sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão.

Nem aí para uma investigação da Polícia Federal sobre possíveis desvios de recursos destinados ao combate à Pandemia da Covid-19, que vez por outra perturba seus ex-secretários, Holandinha finalmente falou sobre essa intenção de disputar o pleito majoritário em 2022.

Mas além de se colocar no arriscado jogo, com a possiblidade de fazer campanha sobressaltado, com a Polícia Federal na sua cola, Holandinha acaba interferido no desempenho de um antigo aliado: Weverton Rocha.

Cogitado inclusive para ser vice de Weverton anteriormente, com o lançamento ontem, essa possibilidade não só ficou mais improvável como caiu como um balde de água fria nas intenções do pedetista.

Em que pesem os problemas de Holandinha com a Polícia Federal, a antipatia que o govenador Flávio Dino nutre por ele, o ex-prefeito goza de carisma considerável no eleitorado da capital, prejudicando em cheio na capilaridade eleitoral de Weverton Rocha em São Luís.