União PT-PSB leva Weverton Rocha a se assumir cada vez mais bolsonarista

A aliança entre o PT e o PSB estimulou o senador Weverton Rocha (PDT) a se aproximar, cada vez mais, do “bolsonarismo”.

Em busca de um projeto pessoal, Weverton acabou ficando isolado na política maranhense. Perdeu alguns amigos e aliados e se submeteu ao coleguismo de antigos rivais, como o do senador Roberto Rocha (PTB).

Com a confirmação do apoio do PT à reeleição do governador Carlos Brandão (PSB), o senador não vê outra saída a não ser se assumir de vez como um bolsonarista.

Os passos já foram dados. No sábado, Weverton caminhou de mãos dadas (literalmente) com o deputado federal Júnior Lourenço (PL), bolsonarista e uma das figuras mais controvertidas da bancada maranhense no Congresso Nacional.

O ato foi visto como uma declaração pública de rompimento com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e apoio a Jair Messias Bolsonaro (PL).

Júnior Lourenço é achado por oficial de Justiça em evento de Josimar de Maranhãozinho

Uma cena inusitada foi registrada no último sábado (06) em Itapecuru-Mirim, durante o ato de pré-campanha do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL).

Após meses de busca, um Oficial de Justiça conseguiu finalmente encontrar o deputado federal Júnior Lourenço (PL) para entregar a ele uma intimação.

Entretanto, apesar da saga para encontrar o parlamentar, Lourenço recusou-se a receber a intimação. Veja no vídeo acima.

Aliado de primeira hora de Josimar, Júnior Lourenço responde a várias ações na Justiça. Pelo período no qual foi prefeito de Miranda do Norte, o parlamentar foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão por fraude em licitação, peculato e organização criminosa.