Programa Xeque-Mate passa a ser retransmitido em Imperatriz e Pinheiro

O programa Xeque-Mate, transmitido na cidade de São José de Ribamar pela “Rádio Mais FM 99.9”, tem conquistado e aumentado o número de adeptos por todo o Maranhão.

E a novidade é que a partir desta segunda-feira (13), o programa também fará cobertura nas cidades de Imperatriz (Rádio Açaí FM 106,3) e Pinheiro (Rádio Pericumã FM 105.1).

O Xeque-Mate tem se consolidado na política maranhense e conta com a irreverência dos apresentadores Matias Marinho e Pedro Almeida, que acrescentam uma pitada de humor, sempre com verdade, honestidade e austeridade.

Além da Mais FM (Região Metropolitana de São Luís), atualmente o programa já é transmitido na Guanabara FM (Colinas-MA), Santa Rosa FM (Araioses), Ativa FM (São Mateus), Atual FM (Balsas), Portal FM (Presidente Dutra).

Jornalista sai em defesa de Assis Ramos, mas esquece que ele continua sendo investigado por crime de organização criminosa

A jornalista Angra Nascimento, apoiadora do prefeito de Imperatriz, saiu, com gosto de gás, em defesa do seu apoiado nas redes sociais.

Excetuando o fato da prisão do prefeito não ter sido pedida pelo Gaeco, ao contrário do que afirmou a postagem excluída, o restante de seu conteúdo era todo verídico.

No documento, respostado nessa publicação (veja aqui), foi apresentado um pedido de prisão direcionado a Alan Johnes Oliveira Sousa, servidor da administração muncicipal, cuja prisão foi efetivada durante operação da polícia no município.

Mas o caso de não haver pedido de prisão ao prefeito de Imperatriz não diminui o fato de que Assis Ramos está sendo investigado por “crimes de falsidade ideológica, organização criminosa, peculato e fraudar ou frustrar o caráter competitivo do processo licitatório”.

Complementando sua fala, a jornalista disse que “O blogueiro acabou amarelando e apagou a matéria. Frouxo demais!”.

Pelo contrário, foi iniciativa do próprio blog uma retratação imediata do conteúdo, após revisão mais criteriosa. Se assumir responsabilidades e ter ética profissional é ser frouxo, fazer o que? Resta à jornalista uma revisão dos seus conceitos sobre a atuação profissional.

E vale lembrar:

Não foi pedida ainda a prisão do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, mas o Ministério Público Estadual incluiu no processo elementos colhidos em uma operação onde o seu nome foi mencionado como parte do esquema.

“Alguns materiais relevantes foram apreendidos, dentre os quais se destacam 02 (duas) agendas e 01 (um) caderno. Neles contêm informações da rotina diária de Francisco de Assis Amaro Pinheiro, assim como, relatos de reuniões com secretários, empresários e com o prefeito de Imperatriz, Francisco de Assis Andrade Ramos”, diz a denúncia.

Xeque-Mate dispara em audiência, diz Instituto Data Ilha

Com menos de um ano no ar, o programa Xeque-Mate, da rádio Mais FM, já desponta entre os líderes de audiência entre as resenhas políticas. É o que aponta uma pesquisa de consumo de mídia do Instituto Data Ilha.

De cada 100 pessoas dos municípios de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, 34 têm o hábito de ouvir rádio. São Luís aparece com um maior percentual, 39,1%, enquanto São José de Ribamar tem 28% e Paço do Lumiar demonstra menos interesse com 30,2%.

O jornalismo (33,4%) é o segundo fator mais importante para definir a escolha do ouvinte por uma faixa FM/AM, perde apenas para a música (36,6%).

As resenhas políticas tomaram conta do horário nobre noturno do rádio maranhense. Os programas diários são pautas de conversas da população que repercutem no meio político, jurídico e empresarial.

O Xeque-Mate, apresentado pelos jornalistas Matias Marinho e Pedro de Almeida, aparece empatado tecnicamente em primeiro lugar. Os apresentadores comentaram o resultado da pesquisa.

“O resultado nos alegra e nos motiva a saber que estamos no caminho certo. São apenas 215 edições neste período, de 01 de junho de 2021 para cá”, disse o jornalista Matias Marinho, idealizador do radiofônico.

Já Pedro de Almeida, comemora o resultado. “Para mim que cheguei um pouco depois do início é motivo de satisfação saber que nossa mensagem está chegando no ouvinte interessado em jornalismo político em uma faixa nobre do rádio”.

Entre os ouvintes que conhecem e ouvem os programas do segmento político, o programa Xeque-Mate conta com a preferência de 11,8% dos ouvintes.

O programa Ponto e Continuando, à época na Educadora AM, pontua com 15,3%, enquanto o programa Ponto e Vírgula, da rádio Difusora 94 FM e Rádio 92,3 FM, tem 13,7%.

A audiência é seguida do programa Tá na Pauta, da Nova FM, com 7,5% e em último o programa Questão de Ordem, da Nova FM, com 4,3%.

A Rádio Mais FM continua sendo a mais ouvida da Ilha de São Luís

A Rádio Mais FM também se consolidou como a rádio mais ouvida da Ilha de São Luís, com 20,3% de preferência do ouvinte. Em segundo lugar aparece a Mirante FM (16,9%), Jovem Pan (16,2%), Rádio Difusora FM (15,9%), Esperança FM (10%), Rádio 92,3 (7,6%), Massa FM (6,2%), Nova FM (1%), Educadora FM (1%).

Sobre a pesquisa

Nos dias 24 e 25 de março, o Instituto Data Ilha realizou uma pesquisa de consumo de mídia na região da Grande Ilha, abrangendo os municípios de Paço do Lumiar, São José de Ribamar e São Luís. Foram realizadas 832 entrevistas com pessoas com mais de 16 anos, estratificadas por município, bairros, gênero, faixa etária, grau de escolaridade, renda e religião.

A margem de erro é de +/- 3,4% com um nível de confiança de 95%

*À época da realização da pesquisa, o programa Ponto Continuando ainda estava na Educadora AM.

Sandro Moraes e Matias Marinho estreiam programa na Mais FM

O nosso encontro agora será, também, pelas ondas da Mais FM!

Após alguns anos longe do rádio, volto a atuar na minha profissão primeira, a de radialista.

De fato, a minha passagem profissional pelo rádio foi muito curta, mas muito significativa, pois foi onde tudo começou. Na verdade, a minha relação com o rádio, vem de muito antes dos 19 anos, como estagiário na rádio Esperança FM e, em seguida, na rádio Timbira AM.

Logo no primeiro ano da minha estadia em Imperatriz, com apenas 16 anos já buscava estágio nas rádios locais. Não consegui, mas acabei me envolvendo ainda mais nessa paixão eterna por esse veículo e pela comunicação como um todo.

De lá pra cá, após passagens por grandes jornais, pela experiência do meu próprio jornal (Gazeta da Ilha) e atuações em assessoria de imprensa, estamos de volta para as ondas do rádio.

À partir do dia 1º de junho, na companhia do jornalista Sandro Moraes, apresentaremos, na Mais FM, o programa “Xeque-Mate”. Como o próprio nome sugere, vamos tratar do jogo do poder.

Entrevistas, debates e notícias sobre a política, em todos os seus âmbitos, estarão na pauta de segunda à sexta, de 18h às 19h, em uma das rádios de maior audiência da Ilha, a Mais FM.

Aguardamos a sua audiência!    

Marco Deça destaca nossa volta à blogosfera

Um dos nomes de maior credibilidade no jornalismo político do Maranhão, Marco D’Eça, destaca em sua página nossa volta às atividades jornalísticas, inicialmente por meio do blog.

“Agora, mais experiente, Matias Marinho pretende influenciar o debate político, sobretudo neste momento de rearrumação para as eleições estaduais de 2022. De fato, uma boa notícia para a comunicação no estado”, comentou D’Eça.

Clique aqui e tenha acesso à matéria completa.

De volta à blogosfera, vamos conversar!

Estou de volta para o outro lado do balcão.

Após um longo período na função de assessor de imprensa, em São José de Ribamar, e após uma experiência na política, diretamente, na condição de candidato a vereador de São José de Ribamar, volto com muito orgulho para minha atividade inicial: o jornalismo político, iniciado nos idos de 1999 (com 19 anos), na respeitada Rádio Timbira do Maranhão.

De lá pra cá, trabalhei em vários jornais, fundei e mantive por um longo tempo o jornal Gazeta da Ilha, com endereço em Ribamar, mas cobrindo todos os municípios da região metropolitana e enfatizando, sempre, a política estadual.

No campo acadêmico, iniciei com curso de radialismo e depois com graduações nas áreas de Publicidade e Jornalismo.

Creio numa prática jornalística isenta, a qual respeita ética e tecnicamente os envolvidos, independente da posição de quem produz determinado conteúdo.

Enfim, vamos conversar, informar e opinar. Seja bem vindo!