Inacreditável! Em Passagem Franca, médico teria recebido salário de mais de R$ 1 milhão

O blog “Passagem Franca”, homônimo ao município, traz grave denúncia sobre pagamento de supersalários naquela Prefeitura. Os valores são de causar inveja ao alto clero do judiciário brasileiro, um dos poderes que paga melhor no país boa fatia dos seus servidores.

De acordo com a página, uma médica recém-formada, Andressa Brito, filha da presidente da Câmara Muicipal, vereadora Vanda Borges Brito, recebeu mais de R$ 250 mil reais (duzentos e cinquenta mil reais) em apenas três meses.

Em outro caso (pasmem!), o médico psiquiatra identificado como Aricristhopher, casado com a irmã do prefeito da cidade, Marlon Torres, teria faturado, de janeiro a dezembro de 2021, mais de R$ 1.000,000,00 (um milhão de reais).

Além de denunciar os altos valores, o blog questiona um suposto nepotismo denominado de “laços de família”.

O blog entrou em contato com a prefeitura de Passagem Franca e com o Ministério Público e aguarda posicionamento dos dois órgãos. Do primeiro, para saber sobre os valores supostamente pagos e do segundo para saber se há “Denúncia de Fato” no órgão a respeitos dos respectivos casos.

Nepotismo rola solto nos municípios do Maranhão. Em Buriti, o prefeito só é bom pra família dele

DO PORTAL CN1 COM EDIÇÃO DO BLOG

O Prefeito de Buriti, José Arnaldo de Araújo Cardoso (foto), Ana Cristina Araújo Cardoso ou simplesmente “Lousa” e Luziene Cardoso, tornaram-se réus numa Ação Popular feita pelo vice-prefeito de Buriti Jenilson Gouveia.

Conforme o autor da ação judicial, Jenilson Gouveia, o prefeito feriu os princípios da moralidade administrativa e da legalidade, pois é inadmissível que o erário público sofra danos devido a favorecimento a seus familiares.

Com a nomeação da esposa do prefeito e da irmã dele, ambas sem qualificação para o cargo, prejudica o funcionalismo público. O nepotismo é sem dúvida o maior exemplo de ofensas aos princípios constitucionais, que regem a administração pública. Pois como se sabe, os princípios da moralidade e da impessoalidade vedam o nepotismo, conforme o princípio da supremacia do interesse público sobre o particular, deve ser evitada toda a prática tendente a beneficiar relações particulares em detrimento do bem comum.

Para o advogado Ormanne Fortes Menezes, patrono da causa, as nomeações das respectivas secretárias chamou a atenção de grande parte da população o que culminou com a presente demanda, fundada na proteção à moralidade pública, uma vez que o prefeito da cidade maranhense de Buriti, que nomeou para os cargos de Secretária de Ação Social a sua esposa, Luziene Ribeiro Cardoso e para o cargo de Secretária de Administração e Finanças sua irmã, Ana Cristina Araújo Cardoso do município, sendo que ambas não possuem qualificação necessária para o cargo.

A Ação Popular foi protocolada sob o número do processo 0801763-78.2021.8.10.0077, encontra-se em conclusa para julgamento pelo juiz da Comarca de Buriti. Um dos pedidos formulados ao juízo para que seja deferida a liminar, com multa fixada por dia não inferior a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em caso de descumprimento da ordem, bem como seja encaminhado os autos para a Promotoria de Justiça (Ministério Publico), para análise e providencias pela probabilidade de ato de improbidade administrativa.