Daniel Silveira desafia o STF e diz que não vai mais usar tornozeleira eletrônica

A oficial de Justiça Doralúcia das Neves enviou um ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) afirmando que foi à Câmara dos Deputados e que Daniel Silveira afirmou que “não vai mais usar tornozeleira, pois está cumprindo o decreto do Presidente da República“.

A oficial foi ao gabinete às 11h e o parlamentar não estava no local, mas foi informada que estaria em exercício em alguma das Comissões.

“Por volta das 12h35min, deixei de intimar o deputado federal uma vez que ao encontrá-lo e me identificar como oficial de Justiça do STF, ele se recusou a receber o mandado”, disse.

“Foi a que mais me doeu”, desabafa Pacovan sobre prisão que teve Eudes Sampaio como responsável

Em entrevista, nesta quarta-feira (09), ao Leriado Cast, podcast do jornalista Marcelo Minard, o empresário Josival Cavalcanti da Silva, mais conhecido como “Pacovan”, fez um dramático desabafo sobre sua prisão ocorrida no final de 2020, após as eleições daquele ano.

“A que mais me doeu”, disse, ao lembrar do responsável pela denúncia que o levou a prisão: o ex-prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio (PTB).

Sem ao menos lembrar do nome do ex-gestor, Pacovan narrou que Sampaio disse à Polícia Federal que ele teria ido cobrar dinheiro em sua casa localizada na praia de Panaquatira.

“Eu nunca fui na casa desse homem. Ele disse que mandei os cobradores cobrar ele. Eu nunca mandei cobrador […] Ele tá dizendo que o povo falou, o que ele acha na cabeça dele. Disse que fui cobrar emenda. Eu não sou deputado. […] Quem bota emenda é deputado. Ele foi na Polícia Federal, fez a denúncia do jeito que quis. A polícia investigou e pediu minha prisão, fui preso sem merecer”, desabafou.

Com entonação dramática e com clara demonstração de ressentimento, Pacovan disse ainda que nunca fez negócio com o ex-prefeito. “Não tenho um centavo transferido da conta do Eudes para a conta do Josival [ou o contrário] e nem de uma empresa minha. Não tem! Não teve [também] dinheiro da prefeitura”, afirmou.

No vídeo abaixo, trecho do desabafo do amargurado Pacovan:

Sem dever à PF, Brandão faz entrevista onde compadre de Weverton foi preso

Ficha Limpa e sem dever nada à Polícia Federal, o vice-governador Carlos Brandão (a caminho do PSB), escolheu o auditório do hotel Luzeiros para conceder entrevista coletiva à imprensa.

Ideal para esse tipo de evento, pela praticidade, perto das sedes dos principais veículos e das residências dos principais jornalistas, o local foi o escolhido, mesmo tendo sido palco de algumas prisões enigmáticas, a exemplo do compadre do senador Weverton Rocha (PDT), Willer Tomaz (relembre aqui)

Com histórico de idoneidade, probidade, sem compras suspeitas de postos de gasolina ou emissoras de TV por valores exorbitantes, portanto, sem preocupação com a Polícia Federal, o vice-governador prestigiou a imprensa, visivelmente muito feliz e confortável em um dos auditórios do hotel.

Naturalmente, vivendo um momento de tristeza, seguindo um roteiro de traição aos seus pares, Weverton jamais poderia fazer o mesmo. Ficaria ainda mais triste ao lembrar desse episódio vergonhoso da vida do seu compadre.

Em primeira mão! São da delegacia do Cohatrac a delegada e o investigador presos

São do Cohatrac os doios integrantes da Polícia Civil, presos agora à tarde em operação da Polícia Civil, uma delagada e um investigador.

Seguindo o sigilo adotado pelas investigações da polícia, o blog reserva o nome dos investigados.

Os dois são suspeitos de exploração ilegal de jogos de azar em São Luís. Contra ambos foram expedidos dois mandados de prisão temporária.

Eles já foram conduzidos para depor em inquérito conduzido pela Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor).

E a semana começa quente! Delegada e investigador são presos em São Luís

Um delegada e um investigador da Polícia Civil do Maranhão foram presos nesta segunda-feira (17) suspeitos de exploração ilegal de jogos de azar em São Luís.

Contra ambos foram expedidos dois mandados de prisão temporária.

Eles já foram conduzidos para depor em inquérito conduzido pela Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor).

Os nomes dos dois acusados não foram revelados.

(DO BLOGO DO GILBERTO LÉDA)

Prado Carioca pega em fio pelado de novo e é preso tentando ferrar em nome de Weverton Rocha

Como das outras vezes, Carioca tentou aplicar mais um golpe em nome de outros

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira, 23, mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra Carlos Roberto Melo Prado, o Prado Carioca.

Ele é acusado de estelionato, após ter-se passado pelo senador Weverton Rocha (PDT) na tentativa de obter vantagem ilícita em um golpe contra a Embaixada da China no Brasil.

O suspeito, que foi preso num imóvel na Forquilha, onde foram encontrados vários aparelhos celulares, usou o WhatsApp para tentar atingir seu objetivo.

Além da embaixada chinesa, Prado Carioca também tentou tirar dinheiro da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Histórico

Em outros carnavais, Carioca foi preso usando o nome do empresário Fernando Sarney e até nomes de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Atualmente, a impressão que se tinha é que ele já havia se aposentado dessas atividades impolutas, mas pelo jeito, não.

Quem será? PF prende em flagrante homem que tentava porte de arma com documentação falsa

Um homem foi preso em flagrante no CAU (Centro de Atendimento Unificado) da Polícia Federal em São Luís, localizado no Shopping da Ilha, na última quarta-feira (1º).

O suspeito compareceu ao CAU para apresentar a documentação referente ao requerimento de porte de arma de fogo. Contudo, o setor de armas, que já acompanhava o processo eletrônico, suspeitou de fraude no laudo de capacidade técnica, o que foi constatado quando os documentos originais foram apresentados.

O homem foi preso em flagrante e levado até a sede da Superintendência da PF-MA, para a formalização do procedimento, e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

DO SITE ATUAL 7

Governador de Goiás anuncia captura de Lázaro [Ou: Pronto, acabou o show, vamos trabalhar agora]

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), acaba de publicar no Twitter que a polícia do estado prendeu Lázaro.

“Tá aí, minha gente, como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido.”

Na manhã de hoje, a ex-companheira do fugitivo foi levada à polícia após denúncias de moradores de que ele havia sido visto na mata, próximo à casa dela na noite de ontem.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) de Goiás informou que o suspeito deve ser encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) para o exame de corpo de delito e, em seguida, será levado para o presídio de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital. Segundo a SSP, ima coletiva de imprensa está prevista para hoje para dar mais informações sobre a prisão de Lázaro.