PSDB, PP, União, PT e Novo exibem propaganda partidária nesta semana

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu os partidos que exibirão esta semana as propagandas partidárias gratuitas em emissoras de rádio e televisão nacionais.

Segundo o TSE, dessa vez serão o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), o Partido Progressistas (PP), o União Brasil (União), o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Novo (Novo).

No total, serão veiculadas 32 inserções terça (10), quinta (12), sábado (14) e domingo (15), das 19h30 às 22h30. Cada inserção terá duração máxima de 30 segundos.

Na terça-feira, seis inserções do PSDB e quatro do PP serão transmitidas em cadeia nacional. A veiculação de quatro inserções do Progressistas, cinco do União e uma do PT está prevista para quinta-feira.

No sábado, serão exibidas mais quatro inserções do PP, cinco do União e uma do PT. As duas inserções do Novo serão realizadas no domingo.

O TSE reforçou que a função da propaganda partidária é divulgar a ideologia, os programas, os projetos, as propostas, os posicionamentos e as mensagens dos partidos políticos, bem como incentivar a filiação partidária e promover a participação política das minorias, entre outros pontos. É vedado utilizar o espaço destinado à propaganda partidária para promover pré-candidaturas a uma eleição.

Alô, MP! Senador do Maranhão faz mega campanha na TV, rádio e internet e não presta contas de um centavo sequer

Basta uma visita rápida ao site do Senado, especialmente na página do senador Weverton Rocha (PDT-MA), para se ter suspeitas de crimes envolvendo transparência logo na primeira tela.

Desde o ano passado, o Maranhão inteiro acompanha uma mega campanha publicitária da atuação do senador maranhense na TV, rádio, internet e outras mídias como busdoor e outdoor. Isso sem falar da campanha eleitoral iniciada pelo pedetista, já investigada, no entanto, pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Na campanha da TV, o que chama mais a atenção são as inserções no “Fantástico”, programa de maior audiência e repercussão política da Rede Globo, exibido aos domingos.

De acordo com informações de agências de publicidade, uma inserção neste horário não sai por menos de R$ 50.000 cada. Outdoors com a propaganda do senador estão espalhados em praticamente todos os municípios maranhenses.

Em que pese o conteúdo inócuo da propaganda – quase sempre uma lei aprovada no Senado que adia por um dia ou dois o corte de energia elétrica de inadimplentes -, esse não é o maior problema. Os últimos meses do ano já estão despontando e o campo para prestação de contas com esses gastos seguem zerados (veja no print abaixo).

Em 2020, o senador não prestou contas de nenhum centavos em gasto com publicidade. Apenas em 2019, o pedetista diz ter se utilizado de R$ 1.000,00 em propaganda.

É sem dúvida o prato cheio para uma ação do Ministério Público, que deve acompanhar todas essas propagandas mas segue inerte e em silencioso com esse escandaloso descumprimento da Lei de Transparência.