PSD elabora planos para que Holandinha ultrapasse Lahesio Bonfim

O PSD deve aumentar os seus investimentos na pré-campanha de Edivaldo Holanda Jr. ao Governo do Estado do Maranhão.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Matias Marinho, as últimas confusões envolvendo membros do PSC ligaram o sinal de alerta do PSD, que já começou a confiar no potencial de Holandinha, acreditando ser possível ultrapassar o bolsonarista Lahesio Bonfim (PSC). Nas pesquisas de intenções de votos ao Governo do Estado, Lahesio está na terceira colocação, uma acima ao ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior.

Para chegar ao segundo turno, Holandinha tem a difícil missão de ultrapassar o senador Weverton Rocha (PDT) e torcer para que o Governo Carlos Brandão (PSB) não consagre a sua reeleição ainda no primeiro turno.

Para mudar a opinião pública, Edivaldo Holanda Jr. foi orientado a ajustar o seu discurso e afirmar que é um político focado no trabalho e que não gosta de brigas.

Na catraca! Lahesio abaixa o tom e reconhece que Aluísio é quem manda

Lahesio Bonfim (PSC) deve abaixar o tom e mudar o seu discurso sobre as condutas e direções que o presidente do PSC, Aluísio Mendes, pretende impor para sua carreira política.

Depois de declarar que Aluísio não tinha procuração para falar em seu nome, Bonfim se retratou e afirmou que as coisas não são bem assim.

“Errar é humano e reconheço que errei na declaração em razão do calor da campanha, as pessoas aproveitaram para criar uma narrativa e fazer repercutir”, disse Bonfim.

Corre nos bastidores da política maranhense que o presidente do PSC teria chamado Bonfim na catraca e dito que sua candidatura ao Governo do Estado dependia do seu apoio a Roberto Rocha (PTB).

Em um tom mais ameno, Lahésio se retratou: “Acho que fui infeliz na declaração porque o Aluísio é o presidente do meu partido, ele não precisa de procuração nenhuma para falar sobre mim pois ele é o presidente, faço parte do partido e tenho que respeitar ordens superiores”, declarou.

E agora, Pastor Bel?

Na lona, Lahesio Bonfim pode ir a nocaute outra vez

Inábil politicamente, populista e sem articulação política, o ex-prefeito da minúscula São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim (PSC), pode ser nocauteado definitivamente das eleições de 2022.

Bonfim, que já perdeu o PTB para o senador Roberto Rocha, está caminhando de uma possível armadilha montada pelo senador Weverton Rocha (PDT) e pelo deputado federal Aluísio Mendes (PSC).

Além de ser ameaça para o pedetista, na corrida pelo comando do Palácio dos Leões, Aluísio Mendes não vê nele um autêntico bolsonarista.

Resultado: deve ser convidado a ser candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal, pelo PSC, como consolo.