Flávio Dino afirma que risco de golpe caiu muito após importantes movimentos cívicos

O ex-governador do Maranhão e candidato ao Senado Federal, Flávio Dino (PSB), comentou sobre o favoritismo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais de 2022.

Dino acredita que o período eleitoral será intenso e bastante disputado, no entanto, a apresentação de propostas objetivas e claras ativou a esperança e reforçou o favoritismo do petista.

“Eleição será intensa e disputada, mas Lula continua favorito. A apresentação de propostas objetivas e claras, ativando esperanças, reforçando o favoritismo”, disse Dino.

Ainda segundo Flávio Dino, o risco de golpe caiu muito com os movimentos cívicos e amplos desta semana.

 

Encontros de Amigos: Time de Lula será apresentado em Ribamar

O grupo liderado pelo governador Carlos Brandão (PSB) será apresentado em evento neste sábado (06) em São José de Ribamar.

Denominado Encontro dos Amigos, os candidatos de Brandão, Flávio Dino (PSB) e Luiz Inácio Lula (PT) serão apresentados em evento no espaço “La Casa de Eventos” na estrada de Ribamar.

Comandado pelo líder político ribamarense Tiago Fernandes, secretário de estado da Saúde, vários nomes que compõem o arco de aliança do grupo de Brandão serão apresentados à população ribamarense, entre eles, o candiato a deputado estadual Carlos Lula.

Decisão do PP nacional sobre coligações com o PT não interfere no Maranhão

O deputado André Fufuca (PP) comentou sobre a decisão do diretório nacional do Partido Progressistas em suspender coligações da sigla com o Partido dos Trabalhadores (PT).

Aliado do governador Carlos Brandão (PSB), que tem como candidato a vice-governador Felipe Camarão do PT, questionado, André Fufuca respondeu:

“Interfere zero. Só atinge onde esteja na cabeça de chapa. Não é o caso do Maranhão”, disse o parlamentar, presidente do PP/MA e líder do partido na Câmara.

O presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, esclareceu que o veto é a coligações em que o PT esteja na cabeça de chapa majoritária, mas não atinge qualquer tipo de coligação em que eventualmente faça parte.

Convenções partidárias poderão ser realizadas a partir de amanhã (20)

Começa nesta quarta-feira (20) o prazo para a realização das Convenções Partidárias Eleitorais. Os eventos poderão ser efetivados até o dia 5 de agosto.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT), André Janones (Avante) e Jair Bolsonaro (PL) serão confirmados até o próximo domingo como candidatos; demais nomes serão confirmados nas duas semanas seguintes.

Na quarta, 20, o PDT vai oficializar a candidatura de Ciro Gomes em Brasília. A dúvida é pelo vice na chapa.

Na quinta, 21, em São Paulo, será a vez do PT oficializar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato em chapa com o ex-governador paulista, Geraldo Alckmin (PSB). O partido conta com o apoio do PCdoB, PSB, Solidariedade, PSOL, PV e Rede Sustentabilidade.

No sábado, 23, em Belo Horizonte, o Avante realiza convenção para lançar o nome de André Janones como candidato.

No domingo, 24, no Rio de Janeiro, o PL promove a convenção que vai lançar o nome do presidente Jair Bolsonaro à reeleição. O partido tem o apoio do Progressistas, Republicanos, PSC, PTB e do Patriota.

Na quarta-feira da semana seguinte, dia 27, o MDB oficializa a candidatura da senadora Simone Tebet ao Palácio do Planalto. O evento será feito de forma virtual. O partido tem o apoio do PSDB e do Cidadania, que estão federados.

No dia 30 de julho, o Partido Novo lança Luiz Felipe D’Ávila. O candidato do União Brasil, Luciano Bivar, deve ser lançado somente no último dia das convenções partidárias, 5 de agosto, na capital paulista.

Na próxima quarta-feira, 20, também começa a valer o direito de resposta em caso de ofensas. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, esse direito beneficia candidatos, partidos políticos, federações e coligações partidárias. O direito de resposta vale para conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica, mesmo que indireta, sobre qualquer adversário político. A partir do dia 20 de julho também fica permitida a formalização de contratos para instalação física e virtual dos comitês de campanha.

 

Amigo da onça! Suposto pedido de Bolsonaro leva Weverton Rocha a processar Lula

O senador Weverton Rocha (PDT) entrou com um processo contra o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Por meio do seu advogado, o senador entrou com uma representação que tem como objetivo a concessão de medidas liminar para excluir publicações veiculadas na página oficial da Secretaria Municipal de Comunicação de Vargem Grande que, segundo ele, promovem Luiz Inácio Lula da Silva, Carlos Brandão, Felipe Camarão, Flávio Dino e Gastão Vieira.

O processo veio após um funcionário da assessoria de imprensa da Prefeitura de Vargem Grande postar numa rede social do município o convite para evento que incluía o PT.

A invertida de Weverton Rocha contra Lula pode estar ligada a um pedido do seu novo melhor amigo, o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Justiça decreta prisão preventiva de apoiador de Bolsonaro que matou a tiros tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu

A Justiça decretou a prisão preventiva do apoiador de Bolsonaro que assassinou o guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Aloizio de Arruda em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

O anúncio foi feito em coletiva do Ministério Público do Paraná (MP-PR), na manhã desta segunda (11).

O crime aconteceu na madrugada de domingo (10). Marcelo Arruda, de 50 anos, foi morto a tiros na própria festa de aniversário – com temática do Partido dos Trabalhadores e o ex-presidente Lula – pelo policial penal federal Jorge Guaranho.

Guaranho foi ferido pelo guarda municipal, que também estava armado, e está internado em um hospital da cidade. O promotor de Justiça Tiago Lisboa Mendonça informou que assim que o agente estiver em condições, será ouvido.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que Guaranho discute com o Marcelo Arruda do lado de fora da festa, antes de matá-lo a tiros. 

PT e PSB realizam convenção partidária no dia 30 de julho

O Partido dos Trabalhadores (PT), sigla do deputado federal Bira do Pindaré, anunciou que no Maranhão realizará sua convenção no dia 30 de julho, juntamente com o PSB do governador Carlos Brandão.

A legenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já declarou que no estado vai apoiar a reeleição do governador Carlos Brandão.

O PSB conta com importantes nomes na disputa eleitoral de 2022, como o do ex-governador Flávio Dino que é pré-candidato a uma vaga no Senado Federal e do ex-secretário de Saúde, Carlos Lula, que é favorito a uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA).

Convenções partidárias são reuniões de filiados a um partido político para julgamento de assuntos de interesse do grupo ou para escolha de candidatos e formação de coligações (união de dois ou mais partidos a fim de disputarem eleições). Conforme estabelece a Lei n° 13.165/2015, Lei da Reforma Política, as convenções devem ocorrer no período de 20 de julho a 5 de agosto do ano eleitoral.

Programa do PT fala em “abrasileirar” preço do combustível

A nova versão das diretrizes do programa de governo da chapa Lula-Alckmin mantém a promessa de revogação do teto de gastos e ameniza o discurso em relação à reforma trabalhista do governo Temer.

O texto também amplia as menções ao meio ambiente e ao preço dos combustíveis, assuntos que resultaram em críticas a Jair Bolsonaro (PL) nas últimas semanas, mantém as críticas à venda dos Correios, da Petrobras e da Eletrobras – esta última, privatizada pelo atual governo – e ao que chama de “orientação passiva” da política cambial.

O documento, intitulado “Diretrizes para o Programa de Reconstrução e Transformação do Brasil 2023-2026”, que deve ser lançado oficialmente nesta terça-feira (21) pela chapa Lula-Alckmin.

O texto contém as siglas de PT e PSB – partidos de Lula e Alckmin, respectivamente – e de PSB, PCdoB, Partido Verde, PSOL, Rede e Solidariedade, que já declararam apoio à chapa.

Flávio Dino agradece recepção fraterna no Encontro Estadual do PT

O ex-governador Flávio Dino (PSB) agradeceu a recepção no Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), realizado no domingo (05).

Na ocasião, a sigla reafirmou que segue com Dino na sua pré-candidatura ao Senado Federal, além de confirmar o apoio à reeleição do governador Carlos Brandão (PSB).

O PT também anunciou que Felipe Camarão será o pré-candidato a vice da chapa de Carlos Brandão.

Dino postou em suas redes sociais fotografias de momentos fraternais no partido do presidente Lula.

“Muito obrigado a todos que me receberam tão fraternalmente no Encontro Estadual do PT neste domingo. Vamos Juntos pelo Brasil, vamos juntos pelo Maranhão”, disse Flávio Dino.

PT declara apoio à reeleição do governador Carlos Brandão e a Flávio Dino pelo Senado Federal

O Partido dos Trabalhadores (PT) unificou a sua posição para as eleições de 2022. A sigla informou que apoiará a reeleição do governador Carlos Brandão e que o ex-governador Flávio Dino (PSB) será o candidato para o Senado Federal.

A legenda também anunciou a pré-candidatura de Felipe Camarão para vice do governador Carlos Brandão (PSB).

Minutos antes da decisão, o deputado estadual Zé Inácio (PT) que disputava a vaga para vice da chapa de Carlos Brandão informou que, em nome da unidade política do PT, retiraria a sua pré-candidatura e apoiaria Felipe Camarão.

“Em nome da unidade política do PT e, sobretudo, do projeto Lula Presidente, retirei a minha pré-candidatura a vice-governador e unificarei o apoio em torno do nome do companheiro Felipe Camarão”, disse o parlamentar.

O governador Carlos Brandão parabenizou o PT pela decisão e destacou que a união é o caminho para uma boa política.

“Parabéns ao PT maranhense por este grande encontro. Mais uma vez o caminho da união eleva a boa política, conduzida valorosamente no debate coletivo. Seguimos Juntos! Avante!”, publicou o governador.