Verdades Secretas: Lasehio esconde de Pastor Bel encontro com Roberto Rocha

Depois de ter declarado publicamente na semana passada o seu apoio à pré-candidatura do Pastor Bel (Agir36) para o Senado Federal, o pré-candidato ao Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC), sob o comando do seu tutor Aluísio Mendes (PSC), apareceu novamente em eventos com o senador Roberto Rocha (PTB).

Os dois estiveram juntos nas cidades de Imperatriz e São Pedro dos Crentes. Em suas redes sociais, Roberto Rocha chegou a agradecer o apoio de Bonfim.

“Agradeço a recepção carinhosa da população de São Pedro dos Crentes, nas pessoas do prefeito Rômulo Arruda e do ex-gestor do município e pré-candidato ao Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim”, publicou Rocha.

Para não se comprometer, até o momento Lahesio não publicou nada em relação a Roberto Rocha.

Bonfim já chegou a ser chamado de “fariseu, pilantra e falso profeta”, pelo pré-candidato a deputado federal Thiago Pallares, após ter se juntado com Roberto Rocha.

Nos últimos dias, Lahesio tem colocado Bel e Rocha para disputarem o seu apoio político pelo Senado Federal, no entanto, publicamente o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes só declarou apoio ao Pastor Bel. “Nós continuamos juntos, e vamos juntos até o último segundo”.

Lahesio Bonfim é o primeiro a abandonar Roberto Rocha e deve seguir com Pastor Bel

O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes e pré-candidato do Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC), decidiu abandonar de vez o projeto do senador Roberto Rocha (PTB) e tudo indica que seguirá com Pastor Bel (Agir36) para o Senado Federal.

Na noite de quarta-feira (22), Bel participou da 2° Convenção Estadual das Assembleias de Deus (CEADEMA), servindo de “ponte” para Lahesio Bonfim que esteve presente no evento.

Lisonjeado, Bel agradeceu o apoio do amigo. “Quero agradecer o apoio à minha pré-candidatura ao Senado Federal”, disse o pastor.

O evento também contou com a presença da prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que destacou que confia e acredita que Bel pode realizar um bom trabalho no Senado Federal.

Weverton “troca de alianças” com Josimar em Zé Doca e, enfim, se torna o oficial do eterno alvo da PF

O senador Weverton Rocha (PDT) é o candidato oficial do deputado federal, Josimar Maranhãozinho (PL). A consolidação da aliança aconteceu no final de semana na cidade de Zé Doca em um evento da sua pré-campanha.

O neo-bolsonarista Weverton Rocha já mostrou que tem forte afinidade com o deputado Josimar Maranhãozinho, assim como com o senador Roberto Rocha (PTB). Os três já foram destaques negativos na imprensa nacional por suspeita de crimes que envolvem fraudes em licitações e desvios de recursos federais.

O senador Weverton Rocha virou réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por crime de fraudes a leis de licitações e peculato, que é quando um servidor desvia recursos públicos.

Já Maranhãozinho foi o principal alvo de uma investigação da Polícia Federal (PF) que investiga o desvio de R$ 15 milhões de emendas parlamentares da Saúde. Na operação, uma grande quantidade de dinheiro foi encontrada em um dos escritórios do parlamentar.

Não tão diferente dos dois, o senador Roberto Rocha é investigado por participar de um esquema de desvio de emendas parlamentares.

Juntos, os três investigados montaram uma aliança com o intuito de disputar as eleições de 2022. Basta saber se a população maranhense está de acordo com a forma com que eles executam o serviço público.

Festival de mentiras: Roberto Rocha finge apoiar Lahesio, que finge apoiar Roberto Rocha

Enquanto Roberto Rocha (PTB) finge apoiar a pré-candidatura de Lahesio Bonfim (PSC) ao Governo do Maranhão, o ex-prefeito de São Pedro do Crente paga o senador na mesma moeda.

No jogo de cobranças, mentiras e traição, Roberto Rocha foi quem atacou primeiro quando tomou a presidência do PTB de Bonfim.

Lahesio chegou a esbravejar e esboçar reação, mas foi polido por Aluísio Mendes, presidente do PSC que o proibiu de prejudicar a campanha de Rocha.

Profético, o ex-prefeito de São Pedro do Crentes pediu que Roberto Rocha se decidisse, pois não aguentava mais as suas traições. “A palavra de Deus ela é nua e crua, ou tu é quente ou tu é frio, se tu for morno eu te expulso da minha boca. Lá em Imperatriz ele tava levantando a mão do Lahesio, ontem em Humberto de Campos ele tava levantando a mão de Weverton Rocha. Ninguém consegue servir a dois senhores”, profetizou.

Do outro lado, Roberto Rocha continuou ignorando os pedidos de Bonfim e seguiu abrindo os caminhos do bolsonarismo para o senador Weverton Rocha (PDT).

Mas no final de semana, Lahesio “chutou o balde” e não teve Aluísio Mendes que o impedisse de gravar um vídeo em que garante o seu apoio ao Pastor Bel.

“Eu fico muito feliz pela pré-campanha do Pastor Bel, que Deus continue abençoando, soprando cada vez mais para que ela cresça”, afirmou o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes.

Lahesio afirma que as redes sociais são mais importantes do que coligação com Roberto Rocha

Em entrevista na manhã de hoje (17), na TV Mirante, o pré-candidato ao Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC), afirmou que a coligação com o PTB, do senador Roberto Rocha, não é o fator primordial para ganhar a eleição de 2022.

Para Lahesio, as redes sociais transformaram a forma como o eleitor acompanha as campanhas eleitorais. “O mundo mudou, as redes sociais têm feito isso. Em trinta segundos eu consigo fazer que um vídeo viralize e um milhão e meio de pessoas possam visualizar esse vídeo”, disse.

“Nem precisava citar meu nome”, diz Lahesio sobre decisão de Maura Jorge

Em entrevista ao Jornal Band Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC) afirmou que não esperava o apoio da prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge.

O comentário é uma resposta depois que a prefeita informou que apoiaria a pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) para o Governo do Maranhão. Em um ato de revanchismo, Maura lembrou que na eleição passada Bonfim optou pela governadora Roseana Sarney (MDB).

“Eu era candidata da direita lá atrás e o candidato que se coloca hoje como da direita (Lahesio Bonfim) não me apoiou”, disse a prefeita.

Para Lahesio, Maura Jorge não precisava nem citar seu nome. “Eu nunca imaginei que ela pudesse me apoiar, (…), não precisava citar meu nome. Não, eu nunca esperei o apoio realmente”, disse Lahesio.

Após traição de Lahesio Bonfim, Pastor Bel é abduzido do cenário político maranhense

O pré-candidato ao Senado Federal, Pastor Bel (Agir36), simplesmente sumiu do cenário político maranhense.

O fato tem ligação direta com a traição do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes e pré-candidato ao governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC), que seguindo ordens do presidente do PSC, Aluísio Mendes, acabou contra a sua vontade se tornando apoiador da reeleição do senador Roberto Rocha, o mesmo que tomou a presidência do PTB de suas mãos.

Pastor Bel chegou a configurar uma possível terceira via na disputa pelo Senado Federal, tendo como peça-chave o apoio de Lahesio Bonfim que o abandonou.

Após a traição, Lahesio Bonfim chegou a ser chamado pelo pré-candidato a deputado federal Thiago Pallares de “fariseu, pilantra e falso profeta”. Constrangido, Bonfim gravou um vídeo com Bel onde afirmou: “Nós continuamos juntos, e vamos juntos até o último segundo”. No entanto, as últimas declarações de Lahesio apontam que Pastor Bel ficou para trás e seu principal objetivo para as eleições de 2022 é “mendigar” o apoio único do senador Roberto Rocha.

Maura Jorge afirma que Weverton Rocha defende os interesses de Bolsonaro

A prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (sem partido), tomou a frente da situação e colocou o senador Weverton Rocha (PDT) como um exímio “bolsonarista”.

Em recente entrevista a uma emissora de TV da capital maranhense, Maura Jorge afirmou que um dos pontos que facilitou o seu apoio à pré-candidatura de Weverton para o governo do Maranhão é o fato de que senador concorda com os interesses de Bolsonaro.

“Ele já demonstrou que ele não é contra o nosso presidente”, disse Maura Jorge se referindo a um voto de Weverton Rocha no Senado Federal a favor dos interesses de Bolsonaro.

Maura comentou que a decisão de apoiar o senador está ligada a um revanchismo político com o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim (PSC).

“Eu era candidata da direita lá atrás e o candidato que se coloca hoje como da direita (Lahesio Bonfim) não me apoiou”, disse a prefeita.

“Ou tu é quente ou tu é frio, se tu for morno eu te expulso da minha boca”, profetiza Lahesio Bonfim para Roberto Rocha

Em entrevista à rádio Maracu FM, o pré-candidato ao governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC), citou trechos da bíblia para criticar a postura do senador Roberto Rocha (PTB) que não definiu um candidato único ao Governo do Maranhão.

“O senador precisa decidir em que lado ele vai estar, não adianta. A palavra de Deus ela é nua e crua, ou tu é quente ou tu é frio, se tu for morno eu te expulso da minha boca. Lá em Imperatriz ele tava levantando a mão do Lahesio, ontem em Humberto de Campos ele tava levantando a mão de Weverton Rocha. Ninguém consegue servir a dois senhores”, profetizou.

Lahesio ainda pediu que Roberto Rocha tome um norte na sua vida política e apoie a sua pré-candidatura.

“Nós estendemos a mão pro senador e esperamos que o senador seja um coligado à bandeira do Lahesio”, afirmou.

Antes chamado de traidor, Roberto Rocha agora é abraçado pelo também traíra Weverton Rocha

O senador Weverton Rocha (PDT) vai encurtando os seus laços com a família Bolsonaro. Na última semana o neo-bolsonarista afirmou que está disposto a aceitar “essas novas forças políticas” na pretensão de se tornar o candidato oficial do presidente Jair Bolsonaro (PL), no Maranhão.

Diante das circunstâncias, Lahesio Bonfim (PSC) deve sofrer mais um golpe, se colocando como massa de manobra da suposta “frente ampla” proposta pelo senador Roberto Rocha (PTB) para a disputa eleitoral de 2022.

Mas os rebuliços não acabam por aí. Em um verdadeiro jogo de poder e enganação da direita maranhense, Weverton Rocha já mostrou que pode afiar suas garras para o senador Roberto Rocha e por desconhecer os princípios da gratidão e lealdade partir para cima do seu novo aliado.

Analistas da política maranhense avaliam que nos próximos dias Weverton Rocha deve declarar que a sua frente-ampla bolsonarista terá como capitão o próprio Jair Messias Bolsonaro (PL).