Deficientes na interpretação de texto, “Açodados” de Weverton tentam queimar Brandão, Dino e Sarneys

O desespero bateu a porta dos “Açodados”, como são chamados os defensores da pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT).

Desde a declaração de apoio do deputado estadual Adriano Sarney (PV), durante confraternização realizada pelos apoiadores da pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), na última quinta-feira (17), os “Açodados” iniciaram  uma verdadeira campanha para tentar estigmatizar o tucano por conta do possível apoio do grupo Sarney.

Na ânsia de atacar o vice-governador, esconderam até aliados políticos e de negócios, como o questionável empresário Edinho Lobão (MDB), mais conhecido como Edinho Trinta, numa prova prática da fala de Adriano com relação aos adversários de Carlos Brandão, que costumam “esconder seus aliados” (relembre aqui).

Até em coluna de revista nacional, possivelmente paga, destacaram o apoio de egressos do grupo Sarney, como se fosse algo ruim, desconsiderando, inclusive, que grande parte destes está há anos apoiando o grupo do governador Flávio Dino (PSB), cuja base o senador Weverton Rocha diz pertencer.

E para agravar o desespero, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (21), os açodados espalham trecho  de uma entrevista do governador Flávio Dino ao Bom Dia, da TV Mirante (do grupo Sarney), na qual realçou sua opção pelo nome do vice-governador para sua sucessão, mas lembrando que o processo de escolha ainda está em curso.

Após isso, no entanto, respondeu a uma provocação do próprio Weverton Rocha, reproduzida pelo entrevistador,  jornalista Clóvis Cabalau, que disse que o pedetista teria dito que “união não é adesão” e, nesse sentido, insistiu se Dino acreditava que não havia divisão em torno dessas divergências.

“Tenho muita confiança na união. E eu mudaria, claro, a minha posição, se a maioria a rejeitasse” respondeu o governador, argumentando ainda no sentido de que a maioria dos partidos, deputados e prefeitos estão acompanhando a sua decisão e, só, e somente só, caso não estivesse tendo esse apoio mudaria sua escolha.

Aqui você assiste a entrevista completa e constata mais um açodamento com requintes de desespero da “Galera Açodada” do Senador Weverton Rocha.