O que faz o Grupo Mateus atuar no Maranhão desrespeitando leis e regras como se fosse um poder paralelo?

Chama a atenção o funcionamento dos supermercados do Grupo Mateus na região metropolitana em pleno feriado alusivo ao Dia do Comerciário.

Enquanto todos os estabelecimentos comerciais receberam a determinação de fecharem as portas hoje – e estão de fato, sob pena de multas altíssimas, apenas os supermercados desse grupo estão funcionando normalmente e com a certeza de que não receberão uma multinha.

Por meio de um acordo, comerciantes e o sindicato que representa a categoria, ficou determinado que nenhuma empresa do setor comercial abrisse as portas hoje, com a exceção das lojas do Grupo Mateus, que conseguiu cavar um precedente na própria decisão do Sindicato dos Comerciários para abrir sem a menor preocupação.

De acordo com informações que chegaram ao blog, a Associação Maranhense de Supermercados (AMASP) ficou sabendo do tal “precedente” após o prazo no qual não podia fazer mais nada.

E assim segue a atuação do grupo no Maranhão: nem aí para instituições, pessoas ou regras.