“Fraudar o sistema é inviável”, diz representante do TSE em inspeção de Urnas Eletrônicas pelo Senado Federal

Representantes da área de Tecnologia da Informação do Senado Federal estiveram na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para conhecer as funcionalidades do sistema eletrônico de votação e inspecionar os códigos-fonte da urna eletrônica.

Durante a visita, os representantes do Legislativo obtiveram informações a respeito da urna eletrônica e do sistema eletrônico de votação brasileiro. Além disso, eles tiveram a oportunidade de conhecer a urna desmontada e acessar os componentes que fazem o equipamento funcionar.

Segundo o assessor de planejamento da STI, Elmano Alves, “fraudar o sistema é inviável”, pois existem várias barreiras de segurança que dificultam a ação daqueles que tenham interesse em lesar de alguma forma o voto eletrônico.

Desde outubro de 2021, o TSE disponibiliza um espaço físico para receber partidos políticos e entidades interessadas para a inspeção dos códigos-fonte da urna eletrônica e de todos os programas do sistema eletrônico de votação que serão utilizados no pleito deste ano.